text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Polêmica sobre cotas continua

      
O procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, afirmou, ontem, que o procurador federal em Guarapuava, Pedro Paulo Reinaldin, não tem competência para pedir à Justiça o fim do sistema de cotas para negros e estudantes de escolas públicas, no vestibular 2005 da Universidade Federal do Paraná. A declaração foi feita em resposta à consulta da procuradora-chefe do Ministério Público no Paraná, Renita Kravetz. Segundo Fonteles, como a universidade tem sede em Curitiba, apenas os procuradores federais na capital poderiam propor a ação.

Fonte: Gazeta do Povo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.