text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Faculdades podem ficar sem crédito educativo

      
Mais oportunidades para alguns e possível prejuízo para outros. A ameaça de perda do Financiamento Estudantil (Fies) para as faculdades que não aderirem ao Programa Universidade Para Todos (ProUni), declarada terça-feira pelo ministro da Educação, Tarso Genro, põe em xeque a idéia de inclusão do programa e preocupa instituições do Estado.

"Estamos apreensivos com essa declaração do ministro. Fomos surpreendidos pela forma com que o programa está sendo conduzido, que é diferente das discussões que o Governo vinha tendo com as faculdades particulares", disse o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinepe), Alexandre Theodoro.

Segundo ele, a medida provisória (MP) publicada no início da semana e que cria o ProUni, não fala em perda do financiamento, como anunciou anteontem o ministro, mas em dar prioridade para aquelas instituições que aderirem ao programa. "Mais de 90% das faculdades associadas ao Sinepe usam o financiamento".

Como o ProUni contempla apenas estudantes vindos da rede pública e com renda de até três salários mínimos, Theodoro afirma que com a possibilidade de corte, muitos estudantes podem ficar de fora da faculdade.

A assessoria de imprensa do Ministério da Educação informou que possibilidade de perda do financiamento ainda não tem critérios definidos.

Fonte: A Gazeta
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.