text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Chega ao fim o programa VER-SUS/São Carlos

      

Estudantes universitários de diversas regiões do país iniciaram o programa de estágio de imersão no Sistema énico de Saúde chamado VER-SUS/Brasil. Ao todo foram 5.000 inscritos para 1.200 vagas.

Metodologia: O processo de construção do VER-SUS/Brasil considera as seguintes diretrizes metodológicas gerais: uma ação marcada pela autonomia dos grupos descentralizados, visando à construção coletiva e uma ação elaborada com a participação ativa dos estudantes organizados em todo o país. Além disso, as vivências são qualificadas através de um processo de observação e reflexão, permitindo um olhar cada vez mais rico sobre os campos da gestão, da atenção, da participação e do controle social e da educação na saúde, problematizando a relação da Graduação com estas dimensões do SUS. [Leia mais]

História do projeto: Em âmbito nacional, a primeira experiência de estágio de vivência no SUS surgiu em 1996 por iniciativa da DENEM ( Direção Executiva dos Estudantes de Medicina). Seu objetivo principal era a construção de um espaço que processasse a sensibilização dos estudantes de Medicina para projetos do SUS, como a Reforma Sanitária Brasileira. A imersão do estudante em uma outra realidade já tinha provado seu poder de mobilização por meio da experiência dos estágios de vivência que ocorriam desde a década de 80. [Leia mais]

Embora a maioria das vagas tenha sido destinada a estudantes de cursos ligados à Saúde, 120 delas foram reservadas para alunos de Jornalismo, Marketing, Pedagogia e outras carreiras. O objetivo era possibilitar que jovens de outros cursos de Graduação também pudessem viver a experiência e contribuir para a melhoria do sistema.

Durante 15 dias, os estudantes vivenciam a realidade do SUS a fim de pensar em contribuições para sua melhoria. Entretanto, é importante destacar que nenhum dos universitários, especialmente os ligados à área da Saúde, atuam em alguma de suas especialidades. Trata-se de um estágio de observação, onde o aluno dá sua contribuição à medida que reconhece as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia do SUS.

A aluna de Jornalismo da Uni SantïAnna, Lilian Burgardt, participou do programa VER-SUS em São Carlos, interior de São Paulo, enviando diariamente para o Universia Brasil um relatório das atividades do grupo. Veja como foi!

O programa está sendo desenvolvido em 59 municípios. Em alguns deles, a vivência foi realizada entre o mês de agosto e início de setembro. Em outras regiões, como no estado de São Paulo, acontece durante este mês, nos próximos 15 dias.

Os estudantes passaram por um processo de distribuição de vagas composto por quatro critérios de seleção abaixo descritos:

1. Interinstitucionalidade - propiciar a participação do maior número de instituições de Ensino Superior na vivência.
2. Multiprofissionalidade - permitir a participação dos diferentes cursos da área de saúde nesta vivência no SUS.
3. Regionalidade - garantir a participação de todos os estados na vivência.
4. Participação - privilegiar os estudantes que participaram efetivamente dos processos educativo-seletivos para o VER-SUS/Brasil em sua versão piloto.

ÿ

Clique aqui e confira a matéria realizada pelo Universia Brasil, em julho deste ano, sobre o programa VER-SUS/Brasil.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.