text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Assembléia e impasse

      
A assembléia que professores da Universidade de Brasília (UnB) realizam hoje para decidir sobre os rumos da greve que chega a 77 dias e terão uma oportunidade de romper o impasse que impede a retomada das aulas. ? preciso reconhecer, porém, a dificuldade em que ficam os professores, diante da postura adotada pelo governo federal a respeito. Vale lembrar, o Ministério da Educação apresentou várias vezes a mesma proposta - julgada insatisfatória pelos grevistas, com certa dose de razão. Afinal, a proposta discrimina tanto os professores de menor titulação, a propósito a maioria, como os aposentados.

Mais do que isso, o simples fato de limitar-se a reapresentar uma mesma proposta significa, na prática, ruptura de negociações - o que se fez, de forma ostensiva, ao enviar essas mesmas condições ao Congresso, sob forma de projeto de lei. Por fim, vale lembrar que o projeto sequer chegou ao Legislativo.

Não é de se espantar, portanto, que o presidente da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília, Rodrigo Dantas, imagine que a paralisação deve prosseguir e que pretenda dar à assembléia de hoje o que chama de caráter explicativo, limitando-se a examinar as condições apresentadas. A verdade é que desde o dia 30 de agosto, os professores das universidades federais buscam a reabertura do processo de negociação com o governo. A intenção é evitar que a proposta seja mesmo encaminhada ao Congresso, o que caracterizaria de vez o endurecimento do governo - cujas bases políticas, vale também lembrar, já apoiaram greves anteriores, semelhantes à atual.

Por outro lado, é categórico o reitor da UnB, Timothy Mulholland, ao afirmar que inexiste a possibilidade de cancelar o semestre. Quanto mais avançar a greve, portanto, mais difícil será encontrar uma fórmula que preserve o justo interesse dos alunos e a qualidade do curso. ? um impasse que precisa ser rompido.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.