text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Para candidatos, química e física foram problema

      
Candidatos que fizeram a prova da Fuvest na UniSantïAnna, na zona norte de São Paulo, consideraram as questões de química e física as mais difíceis desta primeira fase do Vestibular 2006.

As gêmeas Jaqueline e Aline Lima, de 17 anos, reclamaram da fraca formação que tiveram no ensino médio em escola pública.

Química e física foram muito difíceis, não vai dar pra ir pra segunda, admitia Jaqueline, que tenta Letras na USP. Ensino médio na escola pública é muito fraco para enfrentar a Fuvest, disse Aline, que tenta Nutrição.

Para Bruno Bertozzi, 17 anos, candidato a uma vaga de Publicidade, química também foi um problema. Mas em português ele acha que se saiu bem.

Mas não foi apenas a prova que deixou Bruno preocupado nesta tarde. Fazendo o exame a poucas quadras da Praça Campo de Bagatelle, ele ouvia de vez em quando os rojões dos torcedores do Corinthians, que podia se sagrar campeão ainda neste domingo.

Saí da prova e fui direto saber o resultado do jogo, contou ele, que deixou a sala na UniSantïAnna por volta das 17h00. Fiquei duas vezes mais nervoso.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.