text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Vestibular menos disputado

      
Priscilla Borges Domingo foi dia de vestibular no Distrito Federal. As duas maiores instituições particulares do DF, Universidade Católica de Brasília (UCB) e o Centro Universitário de Brasília (UniCeub) aplicaram as provas dos primeiros processos seletivos de 2006. Juntas, ofereceram 5.494 vagas em 53 cursos. A calmaria reinou nos dois ambientes. A tolerância quanto ao horário de entrada dos candidatos nos dois lugares foi maior. Talvez por isso quase não foram vistos candidatos atrasados e em prantos nos portões.

O número de inscritos caiu muito em relação a vestibulares anteriores. Em dezembro de 2004, o UniCeub recebeu 6.603 inscrições. Em julho deste ano, o número baixou para 5.220. Para o vestibular realizado ontem, inscreveram-se 4.689 candidatos.

Desses, faltaram 430. Um índice de abstenção de 8,5%. Para o coordenador-geral da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) do UniCeub, Maurício Neves, a grande quantidade de faculdades no DF é responsável pela queda de interesse dos estudantes.

Alberto Nascimento, superintendente da Fundação Universa, responsável pelos vestibulares da UCB, concorda com Maurício. Há muitas faculdades na cidade e a conjuntura econômica não é favorável. Mas duas provas de seleção no mesmo dia também atrapalha. Fica cansativo para o aluno, afirma.

Na Católica, no final do ano de 2004, o número de inscritos ficou em 6 mil ? ontem foram 4.567, sendo que 20% dos candidatos não compareceram às provas.

Calmaria Pela manhã, apenas cinco jovens chegaram ao portão principal do UniCeub depois do limite do horário permitido. Os seguranças impediram o acesso dos candidatos a partir das 9h10 ? 10 minutos a mais do horário marcado para o fechamento dos portões. Somente um deles conversou com a imprensa. Raul Bacelar, 17 anos, chegou por volta das 9h25. O rapaz participou de uma festa de formatura na noite anterior e não conseguiu acordar a tempo. Tentou argumentar com os seguranças, mas não conseguiu. Fico indignado. Eles deveriam deixar todo mundo entrar, protestou.

· tarde, na Católica, houve ainda mais flexibilidade. Os amigos Débora Souza, 17, Luiz Fernando Evangelista, 18, e Roberta Santana, 22, chegaram às 14h30. Perdidos dentro da universidade, não encontravam os murais onde estavam afixados os locais onde fariam as provas. Eles também não receberam o informativo com a indicação correta das salas. Mas não houve problemas. Depois de conversarem com os seguranças, os três conseguiram entrar. Karen Aguiar, maranhense de 18 anos, que chegou na cidade há 15 dias, também se atrasou. Faltando dez minutos para as 15h, os fiscais permitiram que a jovem entrasse.

Quem teve coragem de encarar duas provas em um mesmo dia não escondia o cansaço. Júlio César Fontela, 18 anos, abandonou cedo a sala onde fazia o teste da Católica. ·s 15h30, já estava do lado de fora, aguardando a namorada que também fazia provas lá. Estava cansado. Dois vestibulares no mesmo dia é demais, lamentou. O rapaz conta que demorou mais para fazer a avaliação do UniCeub. Saiu às 12h. Quis levar o caderno de provas para casa, o que só era permitido a partir das 11h. Na Católica, é proibido sair com o documento.

Júlio não achou as avaliações difíceis. Gostou dos temas da redações também. No UniCeub, os estudantes puderam escolher entre falar sobre narcisismo nos tempos modernos ou sobre a consideração do passado nas escolhas pessoais e profissionais. Na Católica, os candidatos optaram entre uma dissertação sobre a influência das inovações tecnológicas na vida do homem ou uma narração em continuação a uma crônica do escritor Luis Fernando Verissimo. Os resultados serão divulgados durante esta semana (confira quadro).

Procura As instituições reuniram 7,5 mil inscrições para a seleção de ontem

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.