text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cresce procura por universidades particulares

      
O tempo frio e a chuva fina que caía no início da manhã de ontem não foram suficientes para desanimar os cerca de 4.300 vestibulandos do Centro Universitário de Brasília (UniCeub). As provas foram realizadas com tranqüilidade e o número de abstenções, 430, ficou dentro da expectativa dos organizadores. · tarde, com a mudança no tempo, foi a vez de mais de 4.500 candidatos na Universidade Católica se submeterem à avaliação. Com a greve da UnB, mais jovens têm buscado as instituições particulares, principalmente as duas maiores do DF, apostando na garantia de concluir o curso sem transtornos.

Com o exame marcado para as 9h, a maioria dos candidatos a 2.260 vagas preferiu chegar cedo. ·s 8h15, centenas de estudantes aflitos esperavam a abertura dos portões para procurar as salas das provas, compostas de 80 questões objetivas e uma redação. Manuel Marra, 17 anos, era um deles. Fiz outra prova ontem e hoje tenho essa e a da Católica, contou o candidato a uma vaga no curso de Psicologia. ? melhor chegar cedo para fazer a prova tranqüilo e me preparar para a outra à tarde. A escolha pelas faculdades particulares é quase unanimidade entre os vestibulandos.

Greves desanimam As longas greves na Universidade de Brasília (UnB) fazem com que muitos desistam de cursar uma universidade federal com medo de passar mais tempo além do previsto nas salas de aula. Apesar disso, o grande número de instituições de ensino superior no DF acaba interferindo na procura. São muitas faculdades e isso tem dissipado o número de inscrições ao longo desses dois anos, observou Maurício Neves, coordenador da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve).

Os cursos mais concorridos, no entanto, continuam os mesmos. Dos 23 oferecidos, Direito é o campeão de concorrência, com 4,8 candidatos disputando uma das 180 vagas ? no turno da noite. Este curso, somados os três turnos, é o que oferece mais vagas: 720. Psicologia, Ciência da Computação, Administração e Comunicação Social (habilitação Jornalismo) vêm em seguida como mais procurados.

Apesar de a organização do concurso não ter adotado medidas extras para evitar fraudes durante as provas, uma equipe do Departamento de Operações Especiais (DOE) da Polícia Civil, policiais militares e bombeiros fizeram a segurança dos alunos e garantiram tranqüilidade durante as quatro horas do exame. Tomamos as mesmas medidas de sempre. Não houve nada diferente este ano, disse o coordenador.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.