text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Mato Grosso ganha a primeira doutora em Educação Matemática

      
Márcio Sodré - de Rondonópolis

A professora Cecília Fukiko Kamei Kimura, do Departamento de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso - campus Rondonópolis, se tornou a primeira doutora em Educação Matemática do Estado, após defender sua tese de doutorado sobre o assunto no dia 9 deste mês, no Campus do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), em São Paulo (SP).

Professora de Metodologia do Ensino da Matemática, Cecília Fukiko defendeu tese com o tema O Jogo como Ferramenta no Trabalho com Números Negativos: Um Estudo Sob a Perspectiva da Epistemologia Genética de Jean Piaget. Conforme a professora, a escolha por Jean Piaget deve-se à preocupação com o desenvolvimento do pensamento lógico matemático.

Jean Piaget foi um estudioso desse aspecto [pensamento lógico matemático]. A pesquisa dele foi no campo da Matemática, no sentido de verificar como o sujeito adquire o conhecimento. Hoje fala-se muito no construtivismo, e Piaget destacou um construtivismo ligado ao estruturalismo, explicou. Para a Matemática, a estrutura é muito importante. Como o jogo consegue mostrar claramente as estruturas matemáticas, então, optou-se por esse estudo tendo os números negativos aplicados ao jogo do tabuleiro de xadrez, acrescentou.

Na sua tese de doutorado, a professora diz que concluiu que o jogo é uma boa ferramenta para o estudo de números negativos, porque oferece diferentes formas de representação, ressaltando que é preciso que ocorra a institucionalização por parte do professor, ou seja, os conceitos também devem ser trabalhados. O jogo pelo jogo não tem um significado na Matemática, sendo preciso chamar a atenção para os conceitos que estão implícitos no ato de jogar, avaliou.

Para chegar aos resultados finais, primeiramente, Cecília Fukiko efetuou um estudo teórico sobre a teoria do conhecimento, destacando o racionalismo, o empirismo, o interacionismo e o construtivismo piagetiano, além do estruturalismo, jogos e semiótica. Em um segundo momento, foi feita um uma pesquisa empírica com dez professores da rede pública estadual em Rondonópolis, onde, primeiro, foi aplicado um questionário semiestruturado com 35 questões com a finalidade de verificar aspectos teórico-metodológicos com relação ao trabalho com números negativos.

Posteriormente, foi feita aplicação junto aos professores do jogo tabuleiro de xadrez, que possibilita visualizar diferentes formas de operações com números negativos. No ato de jogar, a pessoa vai buscar perceber as regras, conceitos que estão implícitos nessa representação, repassou. Conhecendo bem o jogo, os professores poderão trabalhar os conhecimentos adquiridos com as crianças em sala de aula. Nós temos como meta trabalhar com os professores para que eles possam perceber como as crianças constróem o conhecimento. Esse é o foco principal do trabalho. Se não houver isso, os professores não conseguem avançar na educação, reforçou.

A tese de Cecília Fukiko foi aprovada com nota 10, com unanimidade. Foi muito interessante porque, geralmente, há muita divergência sobre a nota, observou. Eles acharam interessante por eu ter juntado à Matemática a questão da semiótica, que hoje é algo bastante atual, prosseguiu. O professor doutor Michãl Otte, da Universidade de Bielefeld (Alemanha), que hoje está como pesquisador da UFMT pelo Fapemat, foi seu orientador na tese de doutorado, enquanto que a professora doutora Sandra Magina, da PUC-SP, sua co-orientadora.

Conforme a professora, o doutorado foi uma continuidade da meta perseguida durante o seu mestrado e o seu trabalho docente. Agora, ela tem a intenção de fazer um aperfeiçoamento envolvendo o estudo da semiótica e da epistemologia na Matemática. Isso será trabalhado em forma de pesquisa e extensão.

Cecília Fukiko é formada em Pedagogia e fez mestrado em Educação. Está em Rondonópolis desde 1977.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.