text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Pró-Letramento chega a 545 municípios do Nordeste

      
Mais de 67 mil professores que lecionam nas séries iniciais do ensino fundamental de 545 municípios da Bahia, Piauí, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte ingressam, em abril e maio próximos, no Programa de Formação de Professores das Séries Iniciais do Ensino Fundamental (Pró-Letramento). A formação, em português e matemática, terá 120 horas de ensino presencial e a distância e duração média de quatro meses, sob a responsabilidade do Ministério da Educação, em parceria com dez universidades. Bahia e Piauí fazem, em março, a preparação de 564 tutores, que estarão encarregados de acompanhar a formação de 21,5 mil professores do dois estados. Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte formaram os tutores em 2005.

Em Salvador, o curso será realizado no período de 6 a 10 de março, para 238 tutores. A preparação terá 40 horas e caberá à Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), de São Leopoldo (Rio Grande do Sul), e pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (Paraná).

Em Teresina, a formação de 326 tutores será realizada pelas universidades Estadual Paulista (Unesp) e de Campinas (Unicamp), ambas de São Paulo, no período de 20 a 24 de março.

As universidades parceiras do MEC devem contratar tutores, entre os professores das redes públicas locais, que tenham graduação e reconhecimento do seu trabalho na escola e na sociedade. Os objetivos da indicação, segundo a coordenadora de políticas de formação da SEB, Lídia Bechara, são promover uma tutoria qualificada, dinamizar os grupos de estudo, fomentar a continuidade da discussão após o curso e manter um vínculo do sistema de ensino com a universidade.

Participação - Os 13 mil professores de 86 municípios da Bahia e os 8,5 mil de 101 municípios do Piauí iniciam a capacitação em 15 de maio. Além desses estados, os professores do Ceará, Rio Grande do Norte e Maranhão ingressam no Pró-Letramento em 20 de abril. No Rio Grande do Norte, participam do curso 9.660 professores de 102 municípios; no Ceará, 17.099, de 140 municípios, e no Maranhão, 19.299, de 116 municípios.

A meta do Ministério da Educação é formar 200 mil professores até o fim deste ano. Os próximos estados a promover a formação são Santa Catarina e Sergipe. Para executar a tarefa, o MEC investiu R$ 10,8 milhões. Os recursos repassados às instituições destinam-se à pesquisa e à produção de materiais didáticos e pedagógicos. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) fará o pagamento de bolsas de estudo aos tutores.

Universidades - Participam da parceria para a oferta do Pró-Letramento na formação em linguagem as universidades federais de Pernambuco (UFPE) e de Minas Gerais (UFMG), a Universidade de Brasília (UnB) e as estaduais de Ponta Grossa (Paraná) e de Campinas.

Na formação em matemática estão as universidades federais do Espírito Santo (UFES), do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Pará (UFPA), a estadual de São Paulo (Unesp) e a Unisinos.

O Pró-Letramento é um programa das secretarias de Educação Básica (SEB/MEC) e de Educação a Distância (Seed/MEC), em parceria com as universidades.

Fonte: UFPA

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.