text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estágio virtual

      
Quem precisa conciliar estudo e trabalho durante o ensino superior, nem sempre tem condições de investir na formação profissional. Quase sempre, o aluno não tem como abandonar um emprego estável para fazer um estágio, que pode garantir o conhecimento prático. Vivenciar essa situação foi o que motivou Deny Alexandre Marques, aluno do 8º período de marketing do Centro Universitário Newton Paiva, a pensar em soluções.

Das discussões em sala de aula sobre a necessidade e a importância do estágio na vida acadêmica e da impossibilidade de abrir mão do emprego, surgiu a idéia do site Aluno Empreendedor. "Comecei a pensar em um jeito de conciliar as necessidades dos estudantes", revela.

A proposta do site é simples: intermediar o relacionamento entre alunos dispostos a fazer um "estágio virtual" e empresas que precisam de algum tipo de serviço. Segundo Deny, empresas e alunos se cadastram no site. Cada estudante paga R$ 20 pela inscrição. A empresa não se identifica, mas expõe sua área de atuação, fala de suas necessidades e determina quais são os cursos aptos a fazer um estudo do caso. O aluno, por sua vez, tem acesso ao problema e pode propor uma solução. Se o empresário gostar do que foi sugerido, pode contratar o aluno para executar o serviço virtual ou pessoalmente.

Os currículos dos alunos inscritos podem ser visualizados pelas empresas, que pontuam os trabalhos recebidos entre 5 e 10 pontos. Essa avaliação serve de base para a elaboração de um ranking. Um dos diferenciais do trabalho é que as propostas dos alunos só podem ser enviadas se aprovadas por professores. O site também conta com consultores, que filtram as melhores soluções.

INTERIOR

Por enquanto, alunos da Newton Paiva ganham na contagem de tempo do estágio exigido pela instituição. A meta de Deny, agora, é viabilizar o projeto em outras universidades, conquistando novas empresas parceiras e atraindo outros estudantes. O aluno aposta no site como uma boa opção também para alunos e organizações do interior.

Para a vendedora de equipamentos de informática Michelle Gomes dos Santos, de 25 anos, do 2º período de comércio exterior da Newton Paiva, o site foi uma boa idéia. A estudante ansiava por uma oportunidade de trabalho ligada a seu curso e, por isso, já fez seu cadastro. "Divulgaram o site durante uma feira. A proposta é fazer uma ponte entre as empresas e os estudantes, levando o estágio até o aluno", afirma.

Serviço

www.alunoempreendedor.com.br

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.