text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFJF: Campe apresenta Programa Acadêmico Voluntário na Holanda

      
Depois de ter o trabalho "Iso 9001: Uma ferramenta estratégica" selecionado para participar da Conferência Mundial de Empresas Juniores (Comej), a Campe Consultoria Junior, da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da UFJF, comemora a aprovação de mais um projeto no evento. O "Programa Acadêmico Voluntário" (PAV) será apresentado no encontro, que acontece em Eindhoven, na Holanda, entre os dias 6 e 9 de julho. Foram escolhidas apenas cinco empresas brasileiras, sendo a Campe a única que exibirá dois trabalhos.

O PAV, que surgiu em 1993, cadastra universitários que desejam prestar algum tipo de serviço voluntário à comunidade e os encaminha para instituições da cidade, conjugando os interesses do aluno com os da entidade. "A Campe é responsável pelo gerenciamento das necessidades dos estabelecimentos com a área de atuação de cada acadêmico", afirma a vice-presidente da empresa, Suzana Pacheco. Atualmente, 88 estudantes da UFJF estão inscritos no programa, que atende a 22 instituições juizforanas.

A iniciativa é do Departamento de Responsabilidade Social da firma e tem por objetivo conscientizar os estudantes quanto aos seus deveres junto à comunidade. "A sociedade é uma via de mão dupla. Quando desenvolvemos algo em prol do bem-estar social, obtemos uma resposta", acredita Suzana. Ela acrescenta, ainda, que o departamento foi criado com a intenção de contribuir para a formação não só de profissionais, mas, também, de indivíduos socialmente responsáveis.

Cinco membros da Campe irão para a Holanda participar do Comej. Além do diretor presidente, Miller Scatolino Mesquita, e da vice-presidente, Suzana Pacheco, também viajam Marcela Bastos Combat, idealizadora do projeto "Iso 9001: Uma ferramenta estratégica", Bráulio Santos Vieira, representante do Departamento de Responsabilidade Social, e Miguel Neves de Vito.

De acordo com Suzana, as apresentações em Eindhoven são resultado do trabalho competente de todos que passaram pela empresa desde a sua criação, em 1992. "Isso representa o reconhecimento de 14 anos de esforços para que a Campe se consolidasse no mercado", declara. Para ela, a experiência no empreendimento também contribui para o crescimento pessoal de seus membros. "Mesmo com apenas dois anos de prática, temos a chance de mostrar o nosso trabalho para um público internacional e, ainda, carregando o nome de uma empresa de visibilidade mundial", comemora Suzana.

Fonte: UFJF
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.