text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professor da Unicamp ministra aulas sobre Walter Benjamim na UNESP/Araraquara

      
Durante os dias 05 e 08 de junho o filosofo alemão Walter Benjamin foi o tema da disciplina concentrada promovida pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Literários e pelo Departamento de Letras Modernas. A disciplina teve como palestrante Márcio Selligmann-Silva, do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e foi coordenada pela docente Wilma Patrícia Maas da Pós graduação em Estudos Literários da Faculdade de Ciências e Letras (FCL), UNESP, campus de Araraquara.

O evento intitulado "Walter Benjamin - teórico da critica" buscou apresentar de forma condensada o pensamento deste autor, que ao lado de Adorno, Marcuse, Horkeimer, Habermas e outros compunham a chamada "Escola de Frankfurt". Considerado o maior crítico literário de todos os tempos, o filosofo berlinense publicou entre diversas obras, resenhas e traduções: "Via de mão Única" em 1928; "A obra de Arte na Era de sua Reprodutividade Técnica" em 1936, além de "Teses sobre o conceito de Historia" em 1940, ano de sua morte.

O expositor Selligmann-Silva é grande conhecedor da obra de Benjamim. Professor de Teoria Literária e Literatura Comparada, na Unicamp, se interessa pelo filosofo e crítico literário desde o mestrado em literatura alemã na USP. "Neste período, estudei o conceito de crítica de um dos maiores pensadores e críticos literários do século XX: Walter Benjamin. Desejando aprofundar meus estudos em literatura e Teoria Literária fui fazer meu doutorado na Universidade Livre de Berlim. Passei cinco anos em Berlim e essa experiência foi realmente fantástica".

Benjamim Selligmann-Silva possui diversas publicações, dentre elas "Ler o Livro do Mundo. Walter Benjamin: romantismo e crítica poética" de 1999; "Leituras de Walter Benjamin", organizado por Márcio Seligmann-Silva, também de 1999, além de artigos como "A teoria da linguagem de Walter Benjamin", em 1990. Entre suas traduções, estão"Walter Benjamin, O Conceito de Crítica de Arte no Romantismo Alemão", tradução, introdução e notas Márcio Seligmann-Silva, publicado no Brasil em 1993 e "Pierre Missac, Passagens de Walter Benjamin" de 1998.

Na avaliação de organizadores e inscritos o evento atingiu as expectativas. "Foi possível em poucos dias conhecer bastante deste importante intelectual da modernidade", concluiu um participante.

Fonte: UNESP
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.