text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Águas limpas

      

Cerca de 30 alunos do Projeto Grãl, desenvolvido pelo Instituto Rumo Náutico com diversas parcerias, iniciaram no dia 15 de maio o programa Niterói águas Limpas, que promove o monitoramento do lixo flutuante nas praias das Flechas, Boa Viagem e Icaraí, todas na Baía de Guanabara. Até o dia 10 de agosto, alunos acompanharão esses resíduos e coletarão dados como tamanho, volume e localização das manchas de lixo, e direção e velocidade do vento. Com os resultados obtidos, a previsão é de que seja possível elaborar uma estratégia de coleta desse lixo antes que chegue àquelas praias.

A UFF (Universidade Federal Fluminense) participa do programa por meio do projeto de extensão Navegando na Baía de Guanabara e Estudando os Cenários Urbanos, coordenado pela professora Marli Cigagna, do Departamento de Análise Geoambiental. Ela, um bolsista do curso de Geografia e voluntários dos cursos de Geografia e Biologia atuam na elaboração e acompanhamento da metodologia de campo e treinamento dos alunos para o monitoramento do lixo.

Em dezembro de 2004 foi firmado um acordo de cooperação técnica, científica e cultural entre a UFF, por meio da Pró-Reitoria de Extensão e do Instituto de Geociências, e o Instituto Rumo Náutico, com prazo de vigência de cinco anos. A parceria foi firmada após a semana acadêmica da UFF de 2004, quando o professor Gustavo Borges participou de uma mesa-redonda sobre a Baía de Guanabara. A partir de então, teve início o programa Terra à Vista, em que alunos do Projeto Grãl, com idade entre 16 e 23 anos, participam de cursos de treinamento com noção de cartografia, orientação e meio ambiente. Os cursos são ministrados pela professora Marli Cigagna e estudantes no Instituto de Geociências. O objetivo é estudar as transformações da Baía de Guanabara pela ótica do navegador, isto é, do mar para o continente.

O Projeto Grãl foi idealizado em 1996 pelos velejadores medalhistas olímpicos e campeões mundiais Lars Grãl, Torben Grãl e Marcelo Ferreira. Seu objetivo é educar e disseminar o conhecimento náutico com as velas e outras atividades marinheiras, tendo como alvo os estudantes da rede publica municipal de Niterói.

* Com informações da Assessoria de Imprensa da UFF

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.