text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UNIMONTES: Para reitor, fortalecimento do Centro de Ciências Humanas é prioritário

      
"Não ficamos na retórica. Em nossa gestão, têm sido desenvolvidas ações concretas voltadas ao fortalecimento do Centro de Ciências Humanas (CCH), mesmo porque temos enorme apreço e respeito pelos seus professores, servidores técnico-administrativos e acadêmicos. Podemos destacar, apenas a título de exemplo, o relevante e fundamental papel ali desenvolvido na formação de profissionais para a educação básica". Esta afirmação foi feita pelo reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), professor Paulo César Gonçalves de Almeida durante encontro mantido com professores vinculados ao CCH, realizado na semana passada. Mais de 65 docentes estiveram presentes, inclusive chefes de departamentos e coordenadores de cursos.

Assinalando ações já desenvolvidas em relação ao CCH, como o apoio efetivo à realização de eventos em todas as áreas, produção de publicações, ampliação do acervo bibliográfico e, ainda, a implantação dos novos Laboratórios de Línguas e de Geoprocessamento, atendendo anseios antigos de professores e acadêmicos, o professor Paulo César de Almeida aproveitou para ratificar a decisão tomada no sentido de serem destinados, exclusivamente para estrutura de pesquisa no Centro de Ciências Humanas, os recursos a serem liberados, neste ano, pelo Governo do Estado, por conta das chamadas "demandas endogovernamentais", operacionalizadas pela Fapemig.

Ressaltando que "as demandas são muitas, vindas de todas as áreas da Universidade, todas justas e legítimas", o professor Paulo César de Almeida afirmou que, "cotidianamente somos forçados a promover a "escolha de Sofia", daí porque a prioridade dada ao Centro de Ciências Humanas não é nenhuma concessão e representa, na verdade, o resgate histórico absolutamente indispensável". Segundo o reitor, cerca de R$ 500 mil serão aplicados na aquisição de equipamentos viabilizando o incremento da investigação científica e a implantação de mestrados próprios na área de Ciências Humanas. Esse valor poderá ser acrescido de mais R$ 300 mil, caso tenham êxito negociações mantidas com a área econômica do Governo do Estado.

Ainda durante a reunião, o reitor respondeu indagações formuladas pelos professores do CCH, relacionadas a diversos temas, tendo procurado, também, esclarecer dúvidas sobre a promoção por escolaridade adicional, a ser concedida conforme decreto assinado, no último dia 2 de junho, pelo governador Aécio Neves. Foram prestadas informações sobre articulações promovidas objetivando a valorização dos servidores docentes e técnico-administrativos da instituição.

Ao classificar o encontro como "extremamente produtivo e marcado pela absoluta transparência", o diretor do Centro de Ciências Humanas, professor Mércio Coelho Antunes, frisou: "é necessário destacar o empenho do professor Paulo César de Almeida no sentido de promover transformações em nossa Universidade buscando a sua consolidação como centro de excelência, devendo ser enaltecidos, também, os seus esforços objetivando o fortalecimento do CCH".

O reitor esteve acompanhado, na oportunidade, além do diretor do CCH, dos pró-reitores de Ensino, Pesquisa, Extensão e de Planejamento, Gestão e Finanças, professores Maria Ivete Soares de Almeida, Mário Rodrigues de Melo Filho, Marina Ribeiro Queiroz e Wilson Atair Ramos, respectivamente; dos diretores de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) e de Documentação e Informações (DDI), professor Reinaldo Marcos Batista Teixeira e economista Giulliano Vieira Mota, respectivamente: e do diretor-geral da Fadenor, economista José Otávio Braga Lima.

Fonte: Unimontes
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.