text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cursos tecnológicos de graduação deverão ser incluídos no Enade 2007

      
O Ministério da Educação pretende implementar em 2007, os cursos tecnológicos de nível superior no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Com esta medida, os cursos farão parte das três etapas existentes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinãs) - avaliação das instituições de ensino, dos cursos e o desempenho dos estudantes em relação ao conteúdo programático. Segundo o ministro da educação, Fernando Haddad, esta medida possibilitará uma qualidade maior na monitoração dos cursos de graduação da área.

- Se no Brasil apenas 3 a 4% das matrículas do ensino superior são nos cursos tecnológicos, no mundo desenvolvido esse número chega a 50%. A economia está crescendo, as empresas têm feito chegar ao MEC a necessidade de formação de recursos humanos em tecnologia. Mas ainda há uma desorganização destes cursos e pouca informação para os alunos - diz Haddad.

De acordo com Andréa Andrade, coordenadora-geral de Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica do MEC, esta inclusão só foi possível graças ao catálogo de cursos superiores de tecnologia, lançado, em maio, em 18 áreas de atuação.

- Antigamente tínhamos 3.500 cursos, com 1.200 denominações diferentes. Ou seja, um mesmo curso tinha três nomes. Com o catálogo, conseguimos diminuir este número para 90. Esta medida já nos possibilita elabora a prova - explica.

A coordenadora afirma que ainda não há como os 90 cursos serem avaliados, mas a intenção do MEC é que as instituições que possuam mais de 2 mil alunos participem do Enade.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2004, 93.717 pessoas ingressaram nos cursos de tecnologia, para um total de 200.458 vagas oferecidas e 284.994 inscrições realizadas.

Em 2004. os cursos avaliados pelo Enade foram: agronomia, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço Social, terapia ocupacional e zootecnia. No ano passado, arquitetura e urbanismo, biologia, ciências sociais, computação, engenharia, filosofia, física, geografia, história, letras, matemática, pedagogia e química passaram pela avaliação.

Agência Brasil/Globo Online
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.