text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Mais de 500 garantem vaga no programa Nossa Bolsa

      
Maurílio Mendonça

Foi divulgada ontem a lista dos aprovados para a segunda etapa do programa Nossa Bolsa, do governo do Estado. Foram aprovados 509 candidatos para as 635 bolsas integrais e parciais oferecidas pelo programa. Os alunos têm de hoje até o próximo dia 3 para procurar a secretaria da faculdade onde se inscreveram e realizar a matrícula.

Menores de 18 anos deverão estar acompanhados dos pais ou responsável. Quem perder o prazo ou apresentar documentação incorreta, perde a vaga. Nesse caso, a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect) ou a faculdade entrará em contato com o suplente.

O aluno pré-selecionado tem que apresentar todos os documentos exigidos pela faculdade, documentos pessoais da família do candidato, histórico escolar do Ensino Médio em escola pública, nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), além de comprovantes de renda pessoal e familiar. A lista com a documentação necessária para a matrícula está disponível no site www.sect.es.gov.br.

Participaram do processo de seleção 2877 estudantes. Os principais critérios de seleção foram a nota Enem e a opção de curso que cada estudante fez no momento da inscrição.

As 126 vagas não preenchidas são de bolsas parciais, todas no interior do Estado. Segundo o secretário de Ciência e Tecnologia, Guilherme Henrique Pereira, elas não serão preenchidas por suplentes nem adicionadas ao próximo processo seletivo.

"Nós temos o objetivo de ingressar mil alunos, pelo menos, até o final do ano. Somando os dois processos que fizemos em 2006 esse número já foi superado em 10%", disse Pereira.

Comprovação de etnia não será exigida

Quem se declarou negro ou afro-descendente na inscrição do Nossa Bolsa não precisa apresentar qualquer documento que comprove sua etnia, como a declaração racial solicitada em cartório, que ainda consta na lista de documentos exigidos pelo programa. A Secretaria já pediu para as faculdades não considerarem o documento requisitado na primeira etapa. Se a instituição insistir, no entanto, o aluno deve procurar a Sect no prédio da Cohab, na Avenida Vitória, e pedir um documento que permita a matrícula. A secretaria ressalta que os suplentes só serão chamados quando o candidato aprovado não se matricular em tempo ou apresentar documentação errada. Essa vagas não tiveram demanda, ou seja, nenhum candidato se inscreveu ou não alcançou a nota mínima exigida para o programa no Enem.

Serviço

As matrículas vão até o próximo dia 3. Cada candidato deve fazer sua inscrição na faculdade em que foi pré-selecionado..

Os documentos necessários para matrícula podem ser confirmados no site www.sect.es.gov.br

Os suplentes serão chamados pela própria faculdade ou pela Sect.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.