text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ajuda para traçar o futuro

      
Estudantes de 500 escolas de BH e do interior participam da Mostra das Profissões da UFMG e recebem orientação para escolher, de maneira mais consciente, a carreira que vão seguir

Paulo Henrique Lobato

Em muitos casos, mais difícil que ser aprovado no vestibular, é escolher a profissão certa. Não é raro encontrar universitários que abandonaram a faculdade ou entraram com pedido de reopção, depois de descobrir que não têm aptidão para o curso de matrícula. Mas, desde ontem, milhares de estudantes do ensino médio estão tendo a oportunidade de tirar dúvidas e conhecer mais sobre o dia-a-dia de diversos profissionais, na 3¦ edição da Mostra das Profissões, programa desenvolvido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com o objetivo é contribuir para que a escolha do aluno seja consciente e segura. Cerca de 500 escolas das redes pública e privada inscreveram quase 40 mil secundaristas no projeto, que termina amanhã, e aborda os 48 cursos oferecidos pela instituição.

"Ajudamos o candidato a fazer uma escolha certa, consciente, com nível de informação bem aprofundado. Um dos destaques da iniciativa são as salas interativas dos 48 cursos (oferecidos pela universidade). O estudante recebe explicações durante toda a visita a esses espaços", explica o coordenador do programa, professor Antônio Zumpano. As dúvidas também são esclarecidas em palestras, minicursos e nas salas interativas instaladas nos prédios dos institutos de Ciências Biológicas (ICB) e de Ciências Exatas (Icex). Nesses espaços, há equipamentos, livros, fotos e outros objetos que ajudam a conhecer o cotidiano de cada profissão.

Quase 15 mil estudantes foram atendidos por professores e monitores da UFMG no primeiro dia do programa. Muitos vieram do interior do estado - 282 escolas de outras cidades participam da mostra - e enfrentaram várias horas de viagem com a expectativa de fazer uma escolha consciente no futuro. Um deles foi Leonardo Augusto Rezende Goulart, de 17 anos, que cursa o 3º ano no Cefet de Araxá, no Alto Paranaíba, a 367 quilômetros da capital.

Ele deixou a cidade, com outros amigos, para assistir a uma palestra sobre engenharia elétrica, formação que ele espera obter daqui a alguns anos. "As explicações valeram a pena e reforçaram minha intenção de fazer vestibular para essa área. Não tenho dúvidas de que quero ser engenheiro", disse. Assim como ele, milhares deixaram a UFMG com a certeza de que escolheram o curso superior certo. Alguns ainda estão no 2º ano do ensino médio e, mesmo assim, avaliam que a Mostra das Profissões não deve ser valorizada apenas pelos pré-vestibulandos.

As amigas Suzane Souza Costa, de 15, e Mariana Fonseca Braga, de 16, vieram de Sete Lagoas, na região Central, onde cursam o 2º ano no Colégio Cenecista Márcio Paulino, e não têm dúvidas de suas futuras carreiras. "Meu sonho é ser médica e estou me preparando para isso. Ainda este ano pretendo começar a visitar alguns hospitais", disse a mais nova. "Pretendo cursar direito, porque o mercado é muito amplo para essa profissão. Minha vontade é ser juíza", afirmou Mariana.

REDE PéBLICA A maior parte dos alunos inscritos (60%) estuda nas redes municipal, estadual ou federal. Mas alguns jovens optaram por visitar a mostra por conta própria. ? o caso de Adriana de Paula Almeida, de 17, estudante do 3º ano da Escola Estadual Doutor Lucas Monteiro Machado, no Bairro Pindorama, região Noroeste de BH.

Ela sonha ser uma respeitada profissional da área de computação e, mesmo não tendo computador em casa, é apaixonada por informática. "Faço cursinhos no meu bairro e quero seguir carreira nessa área, que é muito promissora. Vou tentar vestibular aqui mesmo na UFMG e, por isso, estou participando do programa." O projeto também destina espaço a professores. São minicursos voltados para a educação, numa espécie de aula de capacitação. Informações pelo telefone (31) 3499- 4408 ou pelo e-mail mostradasprofissões@copeve.ufmg.br.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.