text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professores da Unesp fazem paralisação

      
Monise Centurion

Os 180 professores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Preto paralisaram as atividades durante toda manhã de ontem para protestar contra o reajuste de 0,75% oferecido pelo colegiado de reitores e a recusa do governo em aumentar os recursos do ensino geral. Porém os docentes ainda não aderiram à greve dos funcionários, que já dura duas semanas. Hoje, um grupo de 26 servidores se reúne em São Paulo com outros funcionários de universidades públicas para protestar em frente ao prédio da Assembléia Legislativa, a fim de pressionar os deputados para aumentar as verbas da educação no orçamento. Os docentes reivindicam um reajuste salarial de 7% e aumento nos recursos do ensino geral. Os reitores das universidades estaduais paulistas oferecem um aumento de 0,75% sobre os salários de maio e reajuste de 1,79% sobre os de setembro.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.