text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cardápio de assuntos é variado

      
Igor Giannasi

Não há limites para o conhecimento. Como são considerados livres, não há restrições para os assuntos abordados nos cursos de pós-graduação lato sensu. Assim, a cada semestre, as instituições de ensino lançam mão da criatividade e renovam a grade de cursos de especialização para conquistar interessados em focar a atuação em campos cada vez mais específicos.

Um dos cursos recentes do Centro Universitário Senac, cuja primeira turma começou no segundo semestre de 2005, é a especialização em Gestão de Serviços de Bebidas com Ònfase em Vinhos. "? um curso para formar pessoas que tenham uma boa noção de como a bebida é produzida, mas que também possam atuar no mercado de vinho", diz o médico radiologista Niazi Dias Rubez, aluno do curso e aficionado pela bebida.

Pode parecer estranho, mas a área de vinho não está tão distante assim do campo de atuação de Rubez. "O vinho sempre atraiu muito os médicos. ? o remédio mais antigo", diz ele. Seu projeto de conclusão de curso irá abordar o vinho e a medicina numa perspectiva histórica.

O médico se interessou em procurar a especialização após ler, em julho do ano passado, uma reportagem no Estado sobre segunda carreira. Na semana seguinte já estava matriculado no Senac. Após concluir o curso, ele pretende conciliar a rotina no hospital com o trabalho de consultor. "Existe um mercado muito grande de cursos, aulas, palestras", acredita.

Entender melhor o ser humano nas suas relações de troca. Esse é o objetivo do curso de pós-graduação em Ciências do Consumo Aplicadas da Escola Superior de Propaganda e Marketing. "As pessoas não vão sair daqui com fórmulas. Elas vão entender profundamente o que é um indivíduo", afirma o coordenador do curso, Mário René Schweriner. O diferencial das aulas, segundo ele, será a abordagem do comportamento do consumidor através do emprego da biologia e das neurociências. "Isso não existe no Brasil."

CRIATIVIDADE

Se não dá para vencer os chineses pelo preço, que seja pela criatividade. Esse poderia ser o lema do curso de especialização em Design para Criação e Desenvolvimento de Calçados e Acessórios da Faculdade Santa Marcelina. O coordenador do novo curso da tradicional instituição na área de moda, Guto Marinho, diz que com a invasão chinesa de produtos do setor, o importante para a indústria nacional é investir no design. Ainda assim, a intenção é que o curso seja abrangente. "Ter não só o feeling de criar, mas entender todo o processo de gestão desse produto no mercado", diz Marinho.

Pela primeira vez, o Centro Universitário Maria Antonia realiza o curso de especialização em Linguagem das Artes, coordenado por Rosa Iavelberg, diretora do centro e professora da Faculdade de Educação da Universidade São Paulo. O curso irá abordar artes visuais, dança, música e teatro. "Numa formação para que o educador possa trabalhar interdisciplinarmente tanto com as linguagens da arte quanto com as outras disciplinas", explica Rosa.

Apesar de ter os educadores como público alvo, bacharéis de outras áreas também podem se interessar. "Hoje é muito diversificado o que se pode fazer com arte nas práticas profissionais", afirma a coordenadora.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.