text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Jardinagem cidadã na UFRJ

      
Inaugurado há um ano, o projeto Florescer Fundão, oferecido pela administração do horto da UFRJ, na Ilha do Fundão, formou sua primeira turma este mês. Os 15 alunos tiveram aulas de jardinagem, arranjos florais e reciclagem, além de participar de palestras sobre informática, doenças sexualmente transmissíveis e literatura.

- A maioria dos alunos vem de comunidades carentes e são parentes de funcionários da universidade. Nosso objetivo era dar uma formação mais completa e não apenas ensinar a jardinagem - explica uma das coordenadoras do projeto, Beatriz Emilião Araújo.

Ao todo, foram oito meses de aulas e trabalho duro dos jovens. Nos dois primeiros meses, os alunos tiveram aulas teóricas para só depois pôr a mão na terra. Entre outras atividades, eles aprenderam a produzir mudas, semear canteiros e a fazer a limpeza de jardins, retirando as folhas mortas. Agora, eles botam em prática as lições nos canteiros e jardins do campus da UFRJ.

- Trabalho há 19 anos na prefeitura da UFRJ e vinha observando a dificuldade de manutenção dos jardins, principalmente por falta de mão-de-obra. Por isso, propus a criação do curso como projeto de fim da graduação de especialização em ciências ambientais - lembra Beatriz.

Wilton Dias, de 21 anos, foi um dos formandos da primeira turma. Para ele, a jardinagem já virou uma profissão.

- Sempre tive jardim em casa e me interessava por plantas. Depois do curso, posso até ajudar no bufê da minha mãe, fazendo os arranjos de flores - comemora ele, que mora em Jacarepaguá.

A próxima turma deve começar em agosto. Parentes de funcionários da UFRJ que desejarem se inscrever devem ligar para 2598-9215.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.