text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Conheça o curso: Ciências Atuariais

      
Você já ouviu falar do atuário? O nome é esquisito e a profissão, pouco conhecida. Porém, a carreira foi regulamentada em 1970 e o mercado de trabalho na área continua promissor. Há poucas instituições no país que oferecem a graduação em ciências atuariais. São13 nas cinco regiões brasileiras. O profissional é aquele que trabalha elaborando seguros e planos de previdência, calculando riscos de planos de saúde e de títulos de capitalização.

? ele quem mostrará à empresa as possibilidades de perdas com as operações financeiras e os valores de prestações de seguros, por exemplo. O atuário é um matemático especialista em seguros, mercado de capitais, instituições financeiras e previdenciárias. Por isso, o curso une ciências exatas, matemática e legislação. Em Brasília, somente o Centro Universitário do Distrito Federal (UniDF) oferece a graduação, mas o ainda não há turma formada no curso.

Segundo Adinaldo Martins, coordenador do curso no UniDF, com o aumento do número de seguros, houve a necessidade de ampliar a atuação do profissional no mercado. "Nós aplicamos técnicas específicas à administração de seguros, capitalização e investimentos, elaboramos planos de saúde, planos de seguro de vida e previdência, além de outros planos que cubram danos ou perdas patrimoniais", explica.

Com duração média de quatro anos, o aluno terá disciplinas como cálculo numérico, economia, matemática, estatística, contabilidade, direito tributário e comercial, legislação de seguros, marketing e teoria da administração. Os principais empregadores da área são as companhias de seguros, as entidades financeiras, as entidades de previdência privada, as companhias de capitalização, os sistemas oficiais de previdência e seguro, os fundos de pensão e de previdência para funcionários e os fundos de complementação de aposentadoria.

De acordo com Adinaldo, a falta de atuários na cidade tem feito com que as empresas contratem pessoal habilitado de outros estados. "Se existissem mais profissionais do ramo na cidade, não seria necessário trazer gente de fora, nem contratar empresas de consultoria", comenta.

PARA SABER MAIS

Para ser um bom profissional é preciso....
ter habilidade com ciências exatas
ter gosto por trabalhos técnicos

Salário inicial
R$ 2,5 mil

Onde estudar

Centro Universitário do Distrito Federal (UniDF)
Informações: www.unidf.edu.br

Entrevista - CARLOS MORATO

Investindo na área

Carlos José Morato Pereira, 26 anos, está se formando no curso de administração. No entanto, o contato com atuários despertou no jovem o interesse em fazer vestibular para o curso. O estudante planeja investir na carreira, assim que terminar administração.

Como você conheceu o curso?
Trabalho em uma empresa previdenciária e vi o quanto é importante o papel do atuário dentro dela. Pelo contato diário com profissionais da área, senti vontade de fazer o curso.

Você acredita que o curso é prático?
O curso requer dedicação. ? necessário fazer muito cálculo, avaliar riscos, enfim, tem que estar atento às suas funções o tempo todo.

Qual é a sua expectativa em relação ao mercado de trabalho?
São as melhores possíveis. Temos poucos profissionais atuando e muita oferta de trabalho. Ou seja, lugar para trabalhar não falta. Tanto que a maioria dos atuários vem de fora. Acredito que este seja um mercado promissor.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.