text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professores da Uerj podem suspender greve

      
Professores da Uerj decidiram ontem, em assembléia, que só suspenderão a greve iniciada em 3 de abril se o governo do estado pagar os salários de junho integralmente. Caso isso aconteça, eles voltarão ao trabalho na próxima segunda-feira, quando a paralisação completaria três meses.

A Associação de Professores conseguiu na Justiça uma liminar que obriga o estado a pagar integralmente os salários de junho. O estado havia decidido descontar 13 dias.

Assembléia reúne 250 professores

A Assembléia na Uerj ontem à tarde durou cerca de três horas e reuniu 250 professores.

A Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação informou que ainda não há uma decisão sobre o pagamento.

Se o salário não for pago integralmente, como querem os docentes, os professores prometem fazer uma nova assembléia quinta-feira, às 14h, na Uerj, para avaliar a questão.

Mesmo que os professores voltem ao trabalho segunda-feira, a Uerj ainda continuará em clima de greve, já que estudantes e servidores administrativos também estão parados.

Docentes e servidores reivindicam aumento salarial e reconstituição do orçamento da universidade, que tem encolhido nos últimos anos. Os alunos querem reajuste nas bolsas de estudo e obras no campus.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.