text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Passado e futuro do festival de inverno

      
LILIANE PELEGRINI

Mesmo centrando fogo nos últimos preparativos do seu 38º Festival de Inverno, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) abre espaço para relembrar a edição passada, que, de alguma forma, foi a semente para o evento deste ano, a ser realizado entre 16 e 29 de julho, novamente em Diamantina.

Assim, a instituição lança amanhã o catálogo do 37º festival e livro de textos e ilustrações produzidos durante as oficinas nele realizadas. Além disso, a UFMG inaugura quinta-feira, para toda a sociedade, a exposição "Olhar Diamantina", que funciona como convite para a iminente temporada de atividades.

O objetivo de tudo isso é documentar e arquivar os projetos realizados pela universidade. Investir em produtos como esses, segundo o coordenador Fabrício Fernandino, é uma maneira de estender o alcance das idéias propostas durante os festivais de inverno.

"Esse método vem desde 1999. Para nós, ele é importante porque, além de registrar o que aconteceu em cada edição do nosso evento, conseguimos fazer a documentação das idéias construídas a partir dali e que vão ser úteis nas próximas investidas", explica o coordenador.

Não é à toa, portanto, que os produtos lançados agora contam com requintes de edição. "Tudo o que aconteceu no 37º Festival de Inverno da UFMG está registrado no catálogo, que vem recheado de fotos e textos. Ao fazer esse processo de revisitação, pudemos perceber, inclusive, a necessidade de desdobrar esse material", conta.

Justamente tal necessidade motivou o lançamento do livreto "Diálogos" e da mostra "Olhar Diamantina".

"O livro foi uma forma de veicular a produção de professores e alunos durante as oficinas de literatura e de artes visuais. Juntamos isso tudo numa publicação de qualidade e de custo acessível. Já a exposição é um marco porque, pela primeira vez, conseguimos reunir artistas que estiveram em Diamantina para mostrarem sua visão da cidade. Abrindo esse olhar ao público de Belo Horizonte, nós fazemos, certamente, um convite mais intenso para as pessoas participarem do festival deste ano", analisa Fabrício Fernandino.

AGENDA - Mostra "Olhar Diamantina", de quinta-feira a 10 de julho, no espaço expositivo da reitoria da UFMG (Campus Pampulha - av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha). Visitações de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.