text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFF cria curso de estatística: 60 vagas

      
Ediane Merola

Os candidatos ao vestibular da UFF terão mais uma opção de curso no concurso 2007: a federal fluminense vai oferecer a graduação em estatística. São 30 vagas para cada semestre, com aulas no turno da manhã. Até o início de agosto, a universidade divulgará o edital do seu vestibular, cujo prazo de inscrição já está marcado: de 15 de agosto a 18 de setembro.

A coordenadora da graduação em estatística da UFF, Ana Beatriz Monteiro Fonseca, explica que o novo curso terá ênfase em duas áreas: ciências da vida (saúde) e ciências sociais. O estudante poderá escolher a habilitação a partir do 5 período.

- Genética, por exemplo, é uma área que usa muitas pesquisas, dados estatísticos. E na área social, há muito trabalho com pesquisas de opinião ou eleitorais - diz Ana Beatriz.

Atualmente, três universidades públicas oferecem graduação em estatística no município do Rio: a Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), a UFRJ e a Uerj. O curso da Ence é o mais antigo do país, criado há 53 anos.

- Nosso curso tem uma formação generalista, voltada para o mercado - diz José Matias de Lima, coordenador da graduação da Ence, acrescentando que os formandos em estatística não têm dificuldade para conseguir emprego. - A menina-dos-olhos do estatístico é o mercado financeiro. Mas há vagas em seguradoras, para estudos de risco, e há oportunidades em bancos, empresas de marketing, de telefonia.

Segundo Matias, os alunos da Ence geralmente sãm da faculdade empregados. A escola tem um departamento que encaminha os estudantes para estágios remunerados. A bolsa-auxílio varia de R$ 400 a R$ 600, podendo chegar a R$ 800, para estágios de seis horas. O coordenador conta que, normalmente, os estudantes são efetivados pelas empresas.

A Ence, que realiza seu vestibular em parceria com a Unirio, oferece 120 vagas por ano. Em média, são cinco inscritos por vaga. Matias explica que o curso da Ence dá uma boa ênfase em informática e ensina o estudante a usar softwares de ponta. Além disso, os alunos podem fazer disciplinas eletivas de informática (Access, Excel) e inglês instrumental.

- A bibliografia é basicamente em inglês. O profissional precisa entender o idioma - conta Matias, acrescentando que, para fazer estatística, o estudante deve ser bom em matérias como cálculo e álgebra.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.