text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Grevistas da Uerj continuam sem receber

      
Bruno Garcia

A Justiça determinou mas os funcionários da Uerj ainda não viram a cor do salário integral de abril. Responsável pelo julgamento da liminar dos sindicatos de professores e técnicos-administrativos, exigindo que o governo pagasse os salários, o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio, Rogério de Souza, determinou na semana passada o pagamento, sob pena de multa diária a ser paga pelo governo. Apesar da secretaria Estadual de Administração (Sare), ter enviado para a Uerj na última sexta-feira, dia 23, uma folha suplementar, porém, a diretora financeira da Uerj, Célia Moreira, diz que os salários só devem ser depositados nesta terça-feira, dia 27. "O que estava a nosso alcance foi feito, mas agora falta a secretaria estadual de Fazenda depositar os valores", explicou a dirigente.

Segundo Perciliana Rodrigues, coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas do Estado (Sintuperj), é primordial que o pagamento saia logo, pois muitos funcionários estão passando por dificuldades financeiras. "Toda esta situação já é um absurdo. Este governo todo deveria estar na cadeia", reclama a sindicalista, lembrando que o Sintuperj e a Associação de Docentes (Asduerj) ganharam liminar há mais de duas semanas determinando o pagamento.

Apesar do contratempo, o Sintuperj realiza assembléia nesta quarta-feira, dia 28, e Perciliana não descarta a hipótese de que seja colocada em pauta a suspensão da greve dos técnicos. "Esta possibilidade não está descartada, mas só vamos deliberar sobre isso no momento em que os salários estiverem depositados em nossas contas. Até que isso aconteça a paralisação continua".
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.