text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Com aprovação definitiva, Unesp espera lançar pedra fundamental de TV digital

      
Lígia Ligabue

Anunciada no início deste mês, a TV educativa digital da Universidade Estadual Paulista (Unesp) acaba de ser aprovada pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa. Ontem, ele assinou a concessão que permite a universidade ser geradora do sinal digital. Participaram do evento o reitor da Unesp, Marcos Macari, o senador Aloizio Mercadante e a deputada federal Mariângela Duarte.

O ministro pode vir a Bauru para o lançamento da pedra fundamental da sede da TV, que será construída ao lado do Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet). O decreto assinado pelo ministro destinou R$ 22 milhões para custear a implantação do projeto.

De acordo com o diretor da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp (Faac), Antônio Carlos de Jesus, que idealizou o projeto junto do professor Willians Ballan, em até um ano e dois meses a Unesp estará gerando o sinal. "A idéia é submeter o projeto ao conselho universitário. Depois partiremos para a construção do prédio e aquisição da tecnologia", explica Jesus.

No próximo mês, deverá ser a inaugurada a pedra fundamental do prédio que vai abrigar a TV educativa. Segundo o diretor da Faac, o ministro participará da solenidade.

O professor afirma que Costa considerou o projeto de Bauru um dos melhores apresentados até agora ao ministério. "Será a primeira televisão educativa digital do País", aponta Jesus. O anúncio da concessão saiu às vésperas da oficialização de adoção do padrão japonês para as TVs digitais do País. A escolha agradou ao professor, que considera o sistema japonês o mais adequado para o Brasil. "? o que melhor se adapta ao País. As pessoas podem comprar os aparelhos conversores sem precisar abrir mão do sistema atual", explica.

Outro ponto de destaque do projeto da TV digital da Unesp é a distribuição de receptores para membros da comunidade. "Dessa forma, a população irá aprendendo a lidar com o novo sistema", avalia Jesus. Entre os outros subprojetos que serão viabilizados com a implantação da TV digital em Bauru, está a formação de recursos humanos. "Tanto os novos quanto convênios com outras emissoras para capacitar os seus funcionários", aponta. Já esta confirmada parceria com a TV Cultura e TV Globo. "Assim, ganha a universidade, a comunidade, o Estado", diz.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.