text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Dedicação reflete em bons resultados

      

Todos integrantes da equipe Coppead Innovation deixaram um trabalho para se dedicar integralmente aos estudos. Eles fazem mestrado no Coppead, um instituto de pesquisa em administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mas para André Luiz DïAqui Moura, Diana Jonhson, Leonardo Gonçalves Siqueira, Renata Sitonio Maia e Thiago Cruz Silveira, o esforço é recompensado. Afinal, o COPPEAD foi a única escola de negócios latino-americana a entrar no ranking das 100 melhores do mundo publicado pelo Financial Times em 2007.

Participar de competições de gestão faz parte do dia-a-dia dos alunos da Coppead. A mesma equipe, em agosto do ano passado, esteve em uma competição internacional de idéias de negócios. Conseguiram uma boa colocação - mas não suficiente para levá-los a final nos EUA. Quando surgiu a oportunidade de participar do Global Management Challenge, resolveram montar a mesma equipe e repetir o nome dado na ocasião ao grupo.

Para participar os integrantes tiveram que passar por barreiras, como a agenda de cada um e a distância física. "Nossas agendas são complexas, porque cada um tem uma linha própria no mestrado e com isso acabamos fazendo matérias diferentes", explica o líder da equipe, André. Além disso, durante o segundo turno, 3 integrantes da equipe participaram de um "summer job" em uma companhia elétrica do Maranhão e os outros dois ficaram no Rio de Janeiro. "Com a distância, longas horas de trabalho e fuso horário diferente, nossas reuniões ficaram mais complicadas e começaram a ser feitas via Skype - algumas vezes em condições precárias", conta. "Mas tudo deu certo".

A equipe passou também por momentos de tensão. Principalmente nas duas últimas terças-feiras, quando saia o resultado final de cada rodada: "Pensávamos: fizemos o melhor, mas será que foi suficiente?", fala o chefe da equipe.

A competição os ajudou a reforçar o espírito de equipe, dividir as tarefas e aproveitar o que cada um sabe fazer de melhor. "Pensamos juntos, em todos os sentidos: prazos, estratégias, derrotas, lições aprendidas."

Eles esperam uma "Final Nacional com ritmo dinâmico, onde o nível de concentração será altíssimo, com pressão do tempo, foco nas tomadas de decisões e rapidez na assimilação de lições aprendidas e correção de estratégias", relata André. "Mas esperamos conseguir mais um resultado positivo e assim disputar a final em Macau, na China"

Fonte: Assessoria de imprensa do GMC 2006

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.