text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Na pesquisa, quanto mais cedo melhor

      
A trajetória do profissional pode começar em feiras de ciências nas escolas

Feiras de ciências nem sempre são valorizadas nas escolas. Mas podem dar início a uma trajetória que exige longa dedicação, treinamento e ótimo trânsito no meio científico. No Brasil, o incentivo à pesquisa para alunos de Ensino Médio é recente. No Estado, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) oferece bolsas para estudantes há dois anos. Em 2006, 12 professores foram selecionados para receber cotas para incentivar alunos do Ensino Médio a participar de pesquisas na universidade.

O movimento da comunidade científica em prol dos mais jovens ganhou forma no ano passado com o Programa Primeira Ciência da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O 1º Salão UFRGS Jovem revelou talentos e deve receber este ano um maior número de participantes. No ano passado, o salãozinho apresentou trabalhos de 18 escolas (públicas e privadas) e alunos de outras 31 escolas visitaram o evento.

- O programa foi um piloto e deu certo. Com ele, a universidade assume com a comunidade a missão de ajudar a formar os pesquisadores do futuro - diz a pesquisadora Mônica Estrázulas, coordenadora do programa.
 
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.