text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Universidade Nova pode ajudar na expansão de vagas públicas

      
O projeto Universidade Nova, que altera as formas de ingresso e também a estrutura curricular das faculdades, poderá atender a alta procura da sociedade por vagas no ensino público superior. Foi o que disse o professor Murilo Camargo, da Universidade de Brasília (UnB), nesta sexta-feira, 30, em Brasília, durante o 2º Seminário Nacional Universidade Nova.

Camargo tomou o Distrito Federal como exemplo da necessidade de ampliar o número de vagas públicas: das vagas nas instituições de ensino superior do DF, apenas 6,7% são públicas; dos 65 mil alunos egressos do ensino médio no DF e entorno, a UnB - única instituição pública de ensino superior do Distrito Federal - atende, aproximadamente, quatro mil por ano. Daí se conclui, segundo o professor, por que é tão importante o projeto de expansão da UnB para os campi de Planaltina, Ceilândia e Gama, cidades-satélites de Brasília.

Expansão - Expansão universitária foi o tema também da apresentação do professor Luiz de Souza Santos Júnior, da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Segundo Santos, "a universidade está se preparando para a expansão com novos cursos e uma oferta de mais de 2.400 novas vagas". Sobre a proposta da UFPI para a Universidade Nova, Santos disse que já está sendo analisada e desenhada com o objetivo de ter mais ofertas para os egressos do ensino médio.

Em seguida, foi apresentado o projeto pedagógico da Universidade Federal do ABC (UFABC), pelo reitor Luiz Bevilacqua. Criada em 2005, a UFABC é uma das dez universidades federais do projeto de expansão do MEC. Sua missão é formar profissionais em ciências naturais, matemática, computação e tecnologia para atender o pólo industrial da região metropolitana da capital paulista.

Encerramento - Neste sábado, 31, os participantes, separados em quatro grupos de trabalho, discutem os requisitos da Universidade Nova. O encerramento está previsto para as 12h30, com a apresentação dos resultados do trabalho dos grupos pelos reitores Naomar de Almeida Filho, da UFBA, e Timothy Mulholland, da UnB.
  • Fonte:


Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.