text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Jornalismo ou administração?

      
Quando chegou a hora de marcar o curso pretendido na ficha de inscrição do vestibular, Yuri Sousa Farias, 18 anos, se sentiu perdido. Arrependeu-se de não ter procurado se informar melhor sobre os cursos oferecidos em Brasília antes. Acabou optando por arquitetura. Mas a reprovação no processo seletivo lhe deu a chance de refletir melhor sobre o assunto. Yuri se sentiu extremamente dividido: comunicação, arquitetura ou administração? Qual seria a melhor carreira para ele?

Para encontrar as respostas, Yuri procurou auxílio profissional. Com a orientação vocacional, está percebendo suas aptidões, conhecendo melhor os cursos e as possibilidades de atuação em cada área. "Acho que deveríamos fazer esse tipo de trabalho desde o início do ensino médio. ? um período difícil para escolhermos algo tão importante", comenta. O vestibulando admite que se preocupa muito com o mercado de trabalho. Desistiu de fazer um curso na área de artes porque teme não ter emprego.

Yuri até participou de um workshop para aprender a preparar um bom currículo. Para o jovem, é importante estar preparado para o mercado mesmo sem saber ao certo qual será sua profissão. Mas ele não quer só trabalho. Quer se sentir feliz com a carreira. Por isso, sente tantas dúvidas. "Estou me descobrindo com a orientação. Isso é importante", conta.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.