text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

No rumo da profissão

      
Lista de cursos é a última etapa

A indecisão na hora de escolher o curso superior não é sinônimo de crise. Mas de reflexão e amadurecimento. ? hora de parar e pensar: Qual é o meu projeto de vida? Por que ingressar na faculdade? O que significa fazer um curso superior? Questões como essas nem sempre são respondidas antes do vestibular. E o resultado é o desânimo, a troca de curso, a evasão.

Boa parte dos vestibulandos começa a escolha mais importante da vida por uma lista de cursos oferecidos. A prática é considerada perigosa, uma vez que para cada atividade, sempre haverá mais de uma opção de formação.

- A escolha do nome do curso não é importante na primeira etapa. O estudante precisa mudar o foco e buscar um projeto de vida, livrando-se de preconceitos, de estereótipos e da hierarquia das profissões - diz Maria Célia Lassance, psicóloga da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que coordena o Serviço de Orientação da universidade.

O número de acadêmicos que troca de curso ou abandona os estudos por desânimo cresce em todas as universidades. E, para ajudar os estudantes, a maioria delas mantém serviços especializados. Para o psicólogo Armando Marocco, que atua na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), a dificuldade na escolha passa pela falta de confiança dos estudantes.

- Nas entrevistas e nos testes que realizamos, procuramos desenvolver a coragem e a capacidade de olhar para si mesmo, mostrando qualidades do estudante e gostos pessoais. O jovem é influenciado pela família, pela sociedade, pelos meios de comunicação e perde a capacidade de olhar para si mesmo - diz.

Na Ulbra, a orientação profissional para os vestibulandos é realizada por meio de palestras em escolas, feira de profissões e encontros na universidade. O autoconhecimento está na base da orientação, que prevê dinâmicas de grupo e atendimento individual. Mas o programa avança para o interior das faculdades.

- A visita orientada mostra a realidade do curso, que é a primeira etapa da carreira. Os estudantes podem conversar com professores, alunos e técnicos de laboratórios - diz a coordenadora do serviço e orientadora educacional da Ulbra, Lauraci Dondé da Silva.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.