text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Parte dos docentes e funcionários da USP, Unesp e Unicamp pára

      
Parte dos professores e funcionários da USP, Unesp e Unicamp fizeram ontem uma paralisação para expor suas reivindicações salariais e pedir a revogação de medidas tomadas pela gestão José Serra (PSDB). Não há previsão de novos protestos hoje. O movimento estudantil apóia as reivindicações.
Segundo a assessoria de imprensa da USP, no campus da zona oeste de São Paulo houve paralisação parcial na ECA (Escola de Comunicação e Artes) e na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas). Também não funcionaram o restaurante universitário nem o ônibus circular.
Além disso, um grupo de 50 estudantes invadiu uma reunião no anfiteatro para expor as reivindicações.
Na Unicamp, a reitoria contabilizou uma abstenção de 8% nas aulas. Também houve registro de paralisação na Unesp.
O Fórum das Seis (que reúne representantes de docentes, funcionários e alunos das três universidades) pede reajuste salarial de 3,15%, mais a incorporação de parcelas que variam segundo o contrato do professor.
A entidade também quer que o governo José Serra revogue decretos publicados no início do ano, que cria a Secretaria de Ensino Superior e que coloca as universidades em um novo sistema de gerenciamento de recursos, entre outros. O movimento afirma que a intenção do governo é cercear a autonomia das instituições.
Outra bandeira defendida pelo Fórum das Seis é o aumento do investimento em educação no Estado.

Outro lado
O presidente do Cruesp (entidade que reúne os reitores e é responsável pela negociação salarial), José Tadeu Jorge, afirmou que recebeu as reivindicações do Fórum das Seis e que haverá uma nova reunião entre as duas partes em maio.
A reportagem deixou recado no celular da assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Ensino Superior, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.