text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Protesto na UFMG acaba na Justiça

      
Izabela Ferreira Alves

O protesto de alguns alunos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) contra o preço do bandejão nos restaurantes universitários do câmpus Pampulha, em Belo Horizonte, virou caso de Justiça. Em portaria, o reitor e professor Ronaldo Pena anunciou a interposição de ação judicial contra os diretórios acadêmicos envolvidos na manifestação, ocorrida na terça-feira, para ressarcimento do prejuízo de cerca de R$ 10 mil causado por mais de 200 estudantes.

O Restaurante Setorial II foi invadido e os almoços não foram pagos. Os universitários reivindicam também a ampliação dos estabelecimentos.

"Com o projeto Campus 2000, alunos do Centro estão sendo transferidos para a Pampulha. A universidade alega estar planejando melhores condições de infra-estrutura, mas nada de concreto é feito", afirma o estudante de geografia Rafãl Oliveira, de 22 anos, integrante do Coletivo Ousadia, um movimento que apóia a mobilização.

Segundo coordenadores da manifestação, 70% dos alunos que usam diariamente o restaurante aderiram à ocupação.

"Não planejamos isso. Convocamos uma assembléia para discutir o problema, mas a tensão aumentou e a invasão foi espontânea. Acreditamos que os restaurantes universitários da UFMG dão lucro, porque, em outras universidades federais, a refeição é muito mais barata", diz.

Para o reitor Ronaldo Pena, a comparação não pode ser feita. "Cobramos o custo da comida. Os preços dos produtos não são os mesmos em diferentes cidades e, aqui, fazemos questão de manter um padrão de qualidade", justifica.

Juarez de Castro, superintendente da Fundação Mendes Pimentel (Fump), que administra os refeitórios, afirma que está pronto o projeto estrutural de ampliação do restaurante invadido e a instituição, no momento, levanta o custo da obra. De acordo com ele, a ampliação vai ocorrer assim que for transferida a Incubadora Inova, que hoje funciona nas dependências do estabelecimento.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.