text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudantes tiram dez em tolerância na diversidade

      
Clima amistoso também influencia de forma positiva a vida em república

As estudantes de enfermagem da Unip (Universidade Paulista), Milena Barbosa, 24 anos, e Margareth Rizzi, 27, tiveram este ano uma lição de tolerância. Elas contam que, em um debate na sala de aula sobre transfusões sangüíneas, conheceram a opinião de uma amiga da turma que é adepta do movimento religioso Testemunhas de Jeová, que não permite essa prática. "Foi um assunto polêmico, mas é a religião dela. Não é questão de aprovar, mas de entender", diz Milena.

O tema da tolerância voltou a fazer parte das conversas nas universidades após a tragédia do dia 16 na Universidade Técnica da Virgínia (EUA), quando o estudante sul-coreano Cho Seung-Hui executou 32 pessoas e depois se matou. "Todo mundo na universidade tem uma cabeça diferente, interesses diversos. Mas, aqui no Brasil, aprendemos a pelo menos conhecer melhor o diferente", diz.

Com religiões, etnias, opções sexuais e classes sociais múltiplas, a Unesp (Universidade Estadual Paulista) também é outro celeiro de diversidade. A estudante de jornalismo Ana Carla Lopes, 20, diz que há um estímulo para a convivência harmoniosa no câmpus. "Talvez a maior discriminação da universidade seja não permitir que todos consigam ter acesso a ela", diz. Ela vive com mais duas colegas. "Eu adoro dormir na sala, o que sei às vezes incomoda elas. Mas aprendemos aceitar as manias uma das outras", diz.

Falando em manias ou preferências, outra amiga de Ana, a estudante de jornalismo Priscila João, 21, conta que seu gosto musical também já causou brigas. "Adoro MPB, mas não é em todo lugar que toca. Aprendi aceitar outras coisas e os amigos, a me aceitarem", diz.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.