text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Outra cidade pleiteia campus da UFABC

      
Miriam Gimenes

O reitor da UFABC (Universidade Federal do ABC), Luiz Bevilácqua, visitará na próxima semana duas áreas para instalação de um campus em Mauá. Duas sugestões - uma área no Pólo de Sertãozinho (ao lado do Rodoanel), e outra, na entrada do município, em terreno do INSS - partiram da comissão especial da Câmara, formada pelos vereadores Paulo Eugênio (PT), Diniz Lopes (PR) e Eugênio Rufino (PTB).

A visita do reitor foi agendada semana passada pelos parlamentares. "Queremos mostrar que Mauá está pronta para receber um campus da UFABC", diz Eugênio.

Para ele, o terreno do INSS, com 240 mil mý - a área do Sertãozinho tem 80 mil mý - tem mais chances de ser escolhido. "Até por ser de propriedade do governo federal."

Paulo Eugênio, no entanto, revela que o reitor já ressaltou que a prioridade da UFABC é o campus de Santo André, que deve estar finalizado em dois anos. "Só depois disso é que começaria a ampliação em outros municípios."

Mesmo com esse porém de Bevilácqua, o vereador está otimista. "Ele disse que a proposta da universidade é construir um multi campi na região, e o de Mauá atenderia também Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra."

PLANEJAMENTO
Paulo Eugênio explica que a formação da comissão parlamentar deu-se justamente para levar à reitoria da UFABC um pedido fundamentado. "Queríamos antecipar as discussões para que não gerasse polêmica semelhante à de Santo André, onde alguns vereadores foram contrários à implantação."

Os parlamentares levaram à reunião informações sócio- econômicas de Mauá, além dos cursos oferecidos pelas faculdades locais. "Também sugerimos cursos relacionados à questão ambiental, por conta das áreas de manancial, além da saúde, em razão da demanda da região."

O vereador ressalta, entretanto, que as sugestões da comissão ainda terão de ser aprofundadas. "Pretendemos estudar as vocações do município, para termos cursos mais relacionados." O Diário tentou falar com o reitor, mas ele está fora do País, participando de um congresso científico em Portugal.

SÇO BERNARDO

Outra cidade que também luta por um campus é São Bernardo. No município, três áreas já foram sugeridas pela administração - a última no Km 35 da Rodovia Öndio Tibiriçá. Esse local foi criticado pelo grupo político opositor ao prefeito William Dib (PSB). A oposição diz que a rodovia é de difícil acesso.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.