text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Universidade sem Fronteiras vai levar estudantes às regiões pobres

      
Cinco mil estudantes das instituições estaduais de ensino superior do Paraná serão inseridos nos municípios com baixo Öndice de Desenvolvimento Humano (IDH) ou em bairros da periferia das grandes cidades que apresentem problemas de desagregação social e econômica. Isso será feito por meio de atividades de extensão universitária do programa "Universidade sem fronteiras", da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).

"Mais do que a concretização do compromisso do Governo do Paraná com a educação pública, o programa articula a produção do conhecimento científico com as reais necessidades das comunidades paranãnses", disse a secretária Lygia Pupatto, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, responsável pelo desenvolvimento do programa. "A grande responsabilidade de um sistema como o nosso é formar o cidadão. Queremos fazer a ligação da ciência e da tecnologia com nossos alunos, para que atuem em programas de extensão naquelas regiões que mais precisam do Estado", explicou.

O programa foi elaborado a partir de indicadores sociais e econômicos do Ipardes, que mostram as diferentes realidades regionais do Paraná.

O trabalho, segundo a secretária, será iniciado através do apoio às licenciaturas, aprofundando-se o compromisso com a população e colocando-se temas atuais na pauta das instituições estaduais de ensino superior. Para a implantação do novo programa, o governador Roberto Requião defendeu uma mudança na grade curricular, de forma a aproximá-la mais da realidade: "Temos que nos debruçar em valores locais; quer ser universal, cante a sua aldeia", disse ele, ao citar Marshall Mac Dowell.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.