text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cursos de engenharia são alvo de inovações

      
Um orçamento de R$ 40 milhões deve ser destinado até o final do ano para o desenvolvimento da engenharia, incluindo projetos de criação de laboratórios de inovação, através do Programa de Promoção e Valorização das Engenharias (Promove) da Finaciadora de Estudos e Projetos, órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. "Como o mercado forma poucos engenheiros em relação ao que seria necessário e, em alguns casos, com uma formação inadequada ao mercado, a Finep está propondo duas ações. Uma, para fortalecer os laboratórios dos cursos de engenharia e outra para promover parcerias entre as escolas de engenharia e as escolas de nível médio, públicas ou particulares, para despertar o interesse pela profissão", explica Maria Lúcia Horta, chefe do Departamento de Ciências Humanas, Sociais e da Vida da Finep e co-responsável pelo Promove na área do Ensino Médio.

Segundo a Finep, a entidade já aprovou 42 projetos voltados ao Ensino Médio e outros 37 voltados à inovação dos laboratórios das faculdades de engenharia. Outra novidade é que os projetos de inovação também contarão com o aporte de empresas. De acordo com a Finep, as companhias terão que aplicar 10% do orçamento destinado aos projetos aprovados pelo órgão.
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.