text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Mais professores para a Bahia

      

O secretário da Educação da Bahia, Adeum Sauer, anunciou que vai liberar R$ 6 milhões para a contratação emergencial de 329 professores universitários. Segundo o governo baiano, a contratação vai suprir cursos que foram criados nos últimos anos sem orçamento suficiente para garantir o seu funcionamento.

O problema afeta as quatro universidades estaduais: Uneb (Universidade do Estado da Bahia), Uefs (Universidade Estadual de Feira de Santana), Uesb (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) e Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz).

Com a liberação dos recursos, o governo espera colocar os novos professores nas salas de aula dentro de 15 dias, após convocação e procedimentos de admissão. As universidades devem contratar somente professores aprovados em seleções públicas e concursos realizados pelas quatro universidades desde o início do ano.

Além da falta de pessoal, as universidades baianas enfrentam problemas de endividamento. A Uneb --a maior universidade estadual, com 24 campi e 146 cursos-- tem um débito de R$ 10,8 milhões.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.