text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Enem: maioria não está mais no Ensino Médio

      

Os egressos, estudantes que já concluíram o ensino médio, constituem a maior parte dos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. Até esta segunda-feira, 21, foram registradas 162.660 inscrições somente pela internet. Destas, 110.307 são de egressos. Outras 39.235, de alunos da terceira série do ensino médio de escolas públicas e 13.118, de estudantes de escolas particulares.

Até o momento, o número de egressos corresponde a 67,8% dos inscritos. Na edição de 2006, dos 3.742.146 inscritos, 1.917.747 eram egressos, o que significa 51,2% do total. Em 2005, o índice foi de 42%. O interesse dos egressos cresce por diversos motivos. Dentre eles, a chance de conseguir aprovação no Programa Universidade para Todos (ProUni), que em 2005 distribuiu 140 mil bolsas de estudos.

De acordo com o coordenador-geral do Enem, Dorivan Ferreira, os egressos também têm outros motivos para fazer o exame. "O Ministério da Educação oferece o resultado às instituições de educação superior, que o utilizam como forma de ingresso em cursos de graduação, em substituição total ou parcial dos vestibulares", disse. O mercado de trabalho também aproveita os resultados do exame na seleção de pessoal ou para o oferecimento de bolsas de estudo, lembra Ferreira.

Em 2006, as respostas dos questionários socioeconômicos aplicados na época das inscrições mostraram que a motivação dos participantes é a chance de entrar em uma faculdade ou conseguir pontos para o vestibular. Outros estudantes fizeram o Enem para testar os conhecimentos, conseguir emprego ou saber se estavam preparados para o futuro profissional.

Fonte: MEC

  • Fonte:


Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.