text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

PUC-SP debate as estéticas tecnológicas

      

Apesar de a palavra estética ser hoje utilizada indiscriminadamente, no curso de Especialização em Estéticas Tecnológicas parte-se do significado cunhado por seu fundador, A. Baumgarten, no seu livro "ãsthetica", publicado na primeira metade do século XVIII.

Derivada do grego aisthesis, estética quer dizer, antes de tudo, sentir (não com o coração ou os sentimentos, mas com os sentidos, numa rede de percepções físicas). Este programa inédito irá estudar o potencial que os dispositivos tecnológicos apresentam para a criação de efeitos estéticos capazes de acionar a rede de percepções sensíveis do receptor.

Promovido pelo programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologias da Inteligência e Design Digital da PUC-SP (Pontifícia Universidade de São Paulo), e oferecido por intermédio do Cogeã (Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão), o curso analisa de forma inovadora as inter-relações entre diferentes linguagens tecnológicas, como a fotografia, o cinema, o vídeo, as instalações, as sonoridades, a hipermídia, a ciberarte e a cienciarte.

O programa oferece uma visão histórica e sincrônica das estéticas tecnológicas, na medida em que cada nova tecnologia absorve e se enriquece das tecnologias pré-existentes. Embora o foco de interesse do curso esteja mais voltado para as estéticas digitais, o curso começa com a fotografia e o cinema porque uma das características mais importantes das estéticas digitais está justamente na absorção e hibridização das estéticas tecnológicas anteriores.

O objetivo do curso é repensar em profundidade as questões estéticas que o acelerado desenvolvimento tecnológico do nosso tempo está colocando em pauta, levando em conta o desenvolvimento histórico das tecnologias e seus meios de produção de linguagem, assim como as teorias e as criações específicas a que elas deram origem.

As estéticas tecnológicas presentes na publicidade, em designs de hipermídia, em vinhetas de televisão, em documentários, na moda, nas sonoridades circundantes, no ciberespaço etc. constituem um tecido híbrido, intrincado e complexo, que será trabalhado sistematicamente no curso para desvendar a cultura estética contemporânea.

Ao final do programa, o participante será um especialista com habilidade para analisar, avaliar e gerir criticamente projetos e trabalhos no campo das estéticas tecnológicas.

Dirigido a graduados e profissionais de qualquer área do saber interessados em especializar seus conhecimentos em estéticas tecnológicas, o curso tem início em 18 de Setembro, e aulas sempre as terças e quintas-feiras, das 14 às 18 horas, no campus Marquês de Paranaguá - Unidade Cogeã Caio Prado, que fica na Rua Caio Prado, 102 ? Consolação.

Mais informações e inscrições: (11) 3670-3300, www.pucsp.br/cogeã e infocogeã@pucsp.br


Fonte: PUC-SP

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.