text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFRGS e Microsoft anunciam parceria

      

A Microsoft Brasil e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) anunciaram a inauguração de um laboratório de pesquisa conjunto voltado a ajudar os clientes a solucionarem desafios complexos de interoperabilidade, por meio da oferta de tecnologia interoperável e documentação para apoiar aplicações que coexistam em plataforma Windows e de código-fonte aberto. Localizado em Porto Alegre, o laboratório contará com uma equipe formada por desenvolvedores e por um gerente de projeto que trabalhará em conjunto com alunos bolsistas para gerar mais integração entre o Windows Server 2003 e o Linux.

"Os clientes brasileiros estão trabalhando em ambientes cada vez mais mistos e buscando uma maior interoperabilidade entre a plataforma Windows e as ofertas de código aberto", afirmou Roberto Prado, gerente de estratégia de mercado da Microsoft Brasil. "Essa iniciativa colaborativa atende uma necessidade empresarial e, ao mesmo tempo, promove uma fonte importante de geração de conhecimento local proveniente de estudos realizados no laboratório - que incluem artigos de base de conhecimento, guias, documentação e linhas de código, entre muitos outros".

Os projetos de pesquisa para o laboratório terão como foco pesquisas computacionais em alto desempenho, criação de programas para ambientes 3D, geração automática de documentos no formato OpenXML, Virtualização e na integração entre o Active Directory e o Open LDAP. Na área de Alto Desempenho serão estudadas as soluções da Microsoft para Clusters e as ferramentas Open Source.

O projeto VART visa o desenvolvimento de programas em ambientes 3D, em especial aqueles que possuem humanóides. O terceiro projeto versa sobre uma preocupação atual com os diversos formatos eletrônicos de documentos e a proposta deste visa gerar um software conversor, através de WebService que faça esta integração de documentos para o formato OpenXML. Na parte de Virtualização serão estudadas e avaliadas as necessidades de suporte a virtualização para processadores Multi-Core. O outro projeto visa a integração de Active Directory com OpenLDAP permitindo o uso de sistemas Windows e Linux em um mesmo ambiente de rede, de modo que o usuário possa escolher o ambiente mais adequado a determinada tarefa.

"A área de Interoperabilidade é uma preocupação crescente na comunidade de informática, precisando de ferramentas que facilitem a comunicação entre os vários ambientes existentes. Este projeto insere-se nesta preocupação, estudando soluções para maior integração entre estes ambientes e, portanto, visando um melhor desempenho", afirmou o Prof. Philippe Navaux, coordenador do projeto pela UFRGS. "A UFRGS, através do Instituto de Informática, possui larga experiência nesta área e vem contribuir no encontro destas soluções, cada vez mais necessárias".

Como parte das atuais iniciativas da Microsoft voltadas a possibilitar que clientes e parceiros sejam bem-sucedidos em um mundo de escolhas, dados atuais sobre o acordo acima e outros projeto relacionados à interoperabilidade estão disponíveis em https://porta25.technetbrasil.com.br.

*Com informações da S2 Comunicação Integrada

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.