text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudantes brasileiros embarcam com destino a Portugal

      

Este mês, 175 universitários brasileiros começam a embarcar para Portugal e vão estudar 6 meses no País. Em contrapartida, 160 alunos portugueses virão estudar em universidades brasileiras pelo mesmo período. Eles fazem parte do Convênio Luso-Brasileiro, patrocinado pelo Grupo Santander. O programa está recebendo investimentos de 1 milhão (R$ 2,8 milhões), ao todo.

Participam do intercâmbio mais de 30 universidades brasileiras e portuguesas. As disciplinas a serem freqüentadas foram selecionadas pelos próprios alunos, de acordo com o seu interesse acadêmico e pessoal, e as aulas serão ministradas dentro do curso de graduação do país destino.

"Vou ter a oportunidade de conhecer a economia européia, tanto pelas matérias cursadas no intercâmbio, quanto pela própria estadia no país. No Brasil, disciplinas como essas são ministradas apenas em cursos de pós-graduação", diz Felipe Wince Viana, 24 anos, aluno do quarto ano de Contabilidade da USP (Universidade de São Paulo), que estudará na Universidade de Coimbra.

Andreza Silva Cordeiro, aluna do terceiro ano de Pedagogia na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), irá para a Universidade de Minho e acredita que o intercâmbio, além de ampliar os seus conhecimentos culturais, contribuirá para a sua formação acadêmica. "Optei por matérias que eu não teria no curso de graduação no Brasil", disse.

A opinião é a mesma de Rafãl Lasevitz, aluno do quarto ano de Antropologia da UnB (Universidade de Brasília) . "Sei que em Portugal terei boa infra-estrutura para desenvolver projetos na área de Antropologia Visual, que é do meu interesse", afirma. Ele estudará na Universidade Nova de Lisboa.

Milene Ramires, aluna do quarto ano da FURG (Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio Grande) -, irá para a Universidade de Algarve e acredita que o convívio com novas culturas será uma das principais experiências proporcionadas pela viagem. "Vou aprimorar a minha bagagem cultural. Uma das principais vantagens de morar em outro país é a troca conhecimentos e a aprendizagem", diz.

Parceria mundial

Para Jamil Hannouche, vice-presidente do Santander Universidades, o Convênio Luso-Brasileiro está alinhado com a missão do Banco no Brasil e no mundo. "Nosso objetivo é investir no futuro das comunidades nas quais estamos presentes, por meio da educação superior", afirma.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.