text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Distância entre universidade e sociedade

      

Por Marcel Frota, de Belo Horizonte

Excelência, Relevância e Interação Social, a segunda do Congresso Internacional de Reitores Latino-americanos e Caribenhos. Os debatedores abordaram desde aspectos históricos que levaram a um distanciamento entre as universidades e as sociedades até a necessidade da promoção de um maior equilíbrio entre os povos para justificar e viabilizar a globalização do conhecimento.

A coordenadora do Observatório da Rede de Macrouniversidades Públicas da América Latina e do Caribe, Alma Herrera, que é secretária de Planejamento da Faculdade de Estudos Superiores Zaragoza, apontou as desigualdades entre as diversas sociedades latino-americanas como um entrave à integração das universidades e das próprias sociedades da região.

Para ela, é inviável querer integrar universidades avançadas com sociedades que mal têm acesso ao ensino de qualidade. Ela pregou uma nova articulação entre as sociedades e instituições de ensino superior e afirmou que responsabilidade também significa dialogar. "Chega de assumir essas duas coisas como pontos separados", disse ela.

Dentro da crítica entre o patamar social de alguns países e o acesso às universidades, a reitora da Universidade Shortwood Teacherïs College, da Jamaica, Elaine Foster-Allen, fez um histórico da situação em seu país e até nas relações com a Inglaterra, nação colonizadora da Jamaica. Segunda ela, essa relação entre colônia e metrópole foi determinante para a criação e direcionamento das universidades jamaicanas, já que os ingleses teriam idealizado as instituições de acordo com aquilo que eles consideravam importante.

Nesse sentido, Elaine propôs uma renovação das instituições justamente para atender as necessidades do ponto de vista da sociedade local e, através disso, propiciar mais igualdade nas oportunidades de acesso. Ela também colocou outros tipos de instituição de ensino superior, além das universidades, dentro desse contexto e questionou: "Será que as universidades conseguem renovar suas alianças com outras instituições de ensino superior? Será que a universidade se propõe a dialogar?", desafiou ela, destacando também a importância de outras instituições de ensino superior, não somente as universidades, nessa missão de melhorar as condições sociais.

O vice-reitor da Universidade Central da Venezuela, Eleazar Domingo Narváez, voltou a falar da necessidade de integração das universidades latino-americanas. Apesar de reconhecer o papel que as instituições de ensino superior têm perante a missão de melhorar as condições sociais, Narváez fez uma crítica ao que chamou de exacerbação da pertinência das universidades na questão social, sob o risco de se banalizar e distorcer a responsabilidade delas. "Não se pode esquecer a responsabilidade de outros agentes nesse processo. Não se pode atribuir para nós a responsabilidade de desenvolver políticas públicas", declarou ele.

Narváez classificou como primordial a formação do pensamento crítico que esteja ligado com as mudanças sociais e demandas da sociedade. Segundo ele, a autonomia universitária não pode servir de forma a fazer das universidades estados dentro do estado nacional. Apesar da crítica que fez sobre a exacerbação das responsabilidades sobre as universidades, ele sugeriu inclusive que as universidades poderiam até ser convidadas a ajudar os governos na formulação de políticas públicas.

Nesta terça-feira, estão previstas mais duas mesas de debates. Pela manhã, o secretario de educação superior do Ministério da Educação, Ronaldo Mota, abre a primeira mesa com uma palestra sobre as universidades e o desenvolvimento. · tarde, a quarta mesa de discussão falará sobre a "Internacionalização solidária: bases, parcerias e possibilidades".

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.