text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fundraising: captação de recursos

      

Por Lilian Burgardt



A última plenária deste sábado, marcando o fim do evento realizado na Faculdade Rio Branco, em São Paulo, para debater o fundraising como estratégia de captação de recursos para as instituições de ensino superior do país, trouxe os especialistas Cássio Mesquita Barros e Andrew Watt para falar sobre as estruturas regulatórias e os incentivos fiscais para doações. A palestra foi pautada nos modelos aplicados nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Durante a palestra os especialistas abordaram quais são os fatores que tornam um ambiente eficaz do ponto de vista de incentivo às doações. Para eles, uma estrutura regulatória eficiente, transparente para prestação de contas que facilite o processo de doação, além do pronto acesso a treinamento, às informações e à pesquisa são determinantes neste processo.

Nos Estados Unidos, para se ter uma idéia, a estrutura regulatória estabelece propósitos beneficentes como pertinentes a entidades significativas à estrutura e funcionamento da sociedade. Ela define organizações sem fins lucrativos e isentas de impostos, além de estabelecer uma estrutura de esboço para o regulador definir.

Clique para ler a íntegra do texto

Harvard: o case de sucesso

Se o assunto é a captação de recursos, Harvard é, sem dúvida, o exemplo de destaque. Bill Gates foi o último doador a causar frisson destinando milhões de seu patrimônio para engordar os cofres da universidade. Por que, afinal, a universidade consegue ser tão forte no fundraising?

Clique para ler a íntegra do texto

Fundraising: cases de sucesso no Brasil

Para ter sucesso na prática da captação de recursos, antes de mais, nada, o líder precisa acreditar na missão de sua instituição e de que a prática do fundraising pode levar seu projeto adiante para que ele obtenha sucesso. Na opinião do diretor de Desenvolvimento Institucional da Graded School, em São Paulo, Francisco Di Bella Jr, foi assim que sua instituição alcançou o sucesso desde que passou a implantar tal prática.

Clique para ler a íntegra do texto

Arrecadação de fundos de doações importantes

Quando você faz uma doação, o que passa pela sua cabeça em primeiro lugar? Você doaria fundos para um projeto ou pessoa desconhecida? Com estes questionamentos o presidente da AFP (Associação de Profissionais para a Captação de Recursos), Timothy R Burchan começou sua palestra sobre estratégia para uma abordagem eficiente em prol da captação de recursos.

Clique para ler a íntegra do texto

Doações privadas na América Latina

Nas últimas duas décadas, houve uma profunda transformação da educação superior latino-americana, marcada com a proliferação de universidades, maior concorrência, expansão de matrículas e novos sistemas de reconhecimento. Em contrapartida, houve uma redução de verbas públicas destinadas ao Ensino Superior, foi o que constatou a chefe do Departamento Acadêmico de Ciências Sociais da Universidade do Pacífico, no Peru, Cynthia Sanborn, autora de diversos estudos sobre o fortalecimento da democracia e da sociedade civil e ao papel da filantropia nesse processo.

Clique para ler a íntegra do texto

Passo-a-passo para a captação de recursos

A primeira plenária da noite desta sexta-feira, 21 de setembro, contou com a presença do Dr. James Honan, co-presidente do IEM em Harvard (Institute for Educational Management, em português, Instituto para Gestão Educacional). Convidado para discursar sobre a experiência bem-sucedida de Harvard e do fundraising como prática comum às universidades norte-americanas, Honan discorreu sobre o tema acrescentando que o know how dos americanos pode ser amplamente difundido e consolidado no Brasil, desde que as instituições aprendam a captar recursos de maneira correta.

Clique para ler a íntegra do texto

Universidades querem estimular doações

Universidades brasileiras querem importar para cá uma prática muito comum nos Estados Unidos e em partes da Europa. O chamado fundraising, termo que representa os esforços das Instituições de Ensino Superior em captar dinheiro por meio de doações de indivíduos, empresas, instituições de caridade ou agências governamentais. Ou "filantropia educacional" como chamou Francisco de Bella Júnior, diretor de desenvolvimento institucional da Escola Graduada. Essa prática é notoriamente rara no Brasil, mas representa um importante sustentáculo para universidades de ponta dos Estados Unidos, como Harvard e Princeton, por exemplo.

Clique para ler a íntegra do texto

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.