text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ética e concorrência em debate

      

Observar e identificar uma perspectiva de mercado para ser considerado competitivo é, sem dúvida, o caminho para o crescimento e o desenvolvimento de uma instituição de sucesso. Convidado para discorrer sobre o tema, o presidente do Instituto Ethos, Ricardo Young, trouxe experiências do setor empresarial para exemplificar como uma visão diferenciada pode ser determinante para o sucesso.

Em sua palestra Young lembrou que até pouco tempo falar sobre desenvolvimento sustentável era uma realidade incipiente no país. Hoje, as empresas privadas perceberam o nicho de mercado e passaram a pautar suas ações em prol do crescimento por meio de iniciativas ligadas à preservação do meio-ambiente. "Este é um diferencial que as empresas passaram a incorporar em seu dia-a-dia e que, hoje, são características competitivas e somam pontos em favor das empresas", disse.

Young, que defende o maior envolvimento da sociedade em relação ao desenvolvimento sustentável, aproveitou a oportunidade para criticar o posicionamento das IES (Instituições de Ensino Superior) em relação ao tema. Em sua opinião, falta iniciativa por parte das instituições em provocar reações dos alunos por meio de projetos e trabalhos ligados à área, além do interesse de preparar os jovens para lidar com as transformações que o mundo deverá enfrentar nos próximos anos.

"Tenho a impressão de que as instituições não só não se envolvem com o desenvolvimento sustentável, como se concentram em discussões menores e de pouca relevância para o crescimento do País. O que as universidades deviam se perguntar é: afinal, estamos comprometidos com esta questão?", indagou.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.