text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Os melhores da iniciação científica

      

O CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecológico) divulgou os vencedores do 5º Prêmio Destaque do Ano na Iniciação Cientifica. O prêmio é um reconhecimento aos trabalhos de destaque entre os bolsistas de iniciação científica do CNPq e às instituições participantes do PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) que contribuíram de forma relevante para o alcance das metas do Programa.

O Prêmio Destaque do Ano na Iniciação Científica foi criado pelo CNPq em 2003 e conta com a parceria do British Council. Os bolsistas vencedores recebem uma quantia, em dinheiro, equivalente a 12 meses de bolsas de IC; uma bolsa de mestrado para estudantes que estejam em final de curso e passagem e hospedagem para permitir a participação dos agraciados na reunião anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) de 2008. Os orientadores recebem um diploma e a instituição, um troféu.

Este ano, o agraciado na categoria Ciências Exatas, da Terra e Engenharias ganhará, também, uma viagem ao Reino Unido, patrocinada pela British Council, para visitar centros de excelência. Desde o ano passado, essa premiação é concedida a uma das categorias, em sistema de rodízio.

No total, foram avaliados 142 trabalhos, sendo 50 da área de Ciências Exatas, da Terra e das Engenharias; 47 de Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes; e 45 de Ciências da Vida. Neste ano, foram enviados trabalhos de 107 instituições, das quais 47% são universidades públicas, 31% universidades privadas e 22% institutos de pesquisa. A entrega do Prêmio será feita durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília, que acontece até o dia 7 de outubro.

Confira os vencedores em cada um das categorias

Ciências da Vida

O trabalho escolhido foi da bolsista Carolina Lavini Ramos, da USP (Universidade de São Paulo). Intitulado "Estudo da Atividade Imunomoduladora das Células-tronco Mesenquimais Humanas", sob a orientação do Prof. Dr. Jorge Kalil, o relatório foi selecionado, segundo os julgadores, pela "relevância científica, com forte conteúdo e atividades de desenvolvimento metodológico, dentro de uma proposta inovadora de grande impacto científico e tecnológico na área de saúde humana". A comissão ressaltou ainda, que o trabalho contribui para o desenvolvimento de uma alternativa terapêutica de doenças humanas.

A comissão concedeu, também, duas menções honrosas: uma para Gabrielle Ribeiro de Andrade, do Instituto Butantan/Centro Universitário São Camilo, com o trabalho "Desenvolvimento de uma vacina conjugada contra Escherichia coli diarreiogênica" sob a orientação da Prof¦ Marta de Oliveira Domingos e a outra para Ana Angélica Santana Souza da Universidade Federal de Sergipe - UFS, com o trabalho ?Características do crescimento, composição corporal e desempenho físico de escolares sergipanos - um estudo longitudinal?, sob a orientação do Prof. Antonio César Cabral de Oliveira.

Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes

Foi escolhido o bolsista Tiago Bonato, da UFPR (Universidade Federal do Paraná), com o trabalho "O habitante do sertão sob o olhar iluminista: uma expedição científica setecentista pela América Portuguesa", sob a orientação do Prof. José Roberto Braga Portela. Para a comissão, o nível de excelência da pesquisa apresentada revelou clareza metodológica, documentação precisa e apresentação do texto muito bem conduzida. "O trabalho revela um pesquisador iniciante de vôo próprio", observaram os membros da comissão.

Nessa área, receberão a Menção Honrosa, Lídia Rafãla Nascimento dos Santos, da UFPB (Universidade Federal de Pernambuco), sob a orientação do Prof. Marcus Joaquim Maciel de Carvalho, com o trabalho "Repercussões do catucá nas formas de resistências e contenção a revoltas escravas em Pernambuco no Século XIX" e Leandro Elias Canaan Mageste, da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), sob a orientação da Prof¦ Ana Paula de Paula Loures de Oliveira, com o trabalho "Novas hipóteses sobre o povoamento da zona da mata mineira: o sítio Córrego do Maranhão, Carangola - MG".

Ciências Exatas, da Terra e Engenharias

A bolsista Elaine Inácio Pereira, da UFLA (Universidade Federal de Lavras) foi a escolhida com o trabalho intitulado "Produção de Carvão Ativado (CA) com elevada área superficial: remoção de poluentes de efluentes aquosos", sob a orientação do Prof. Luiz Carlos Alves de Oliveira. A decisão, segundo a comissão julgadora, se deu pela relevância do tema e por resultados como a participação em congressos, o depósito de uma patente e a publicação de um trabalho.

A comissão concedeu duas Menções Honrosas: uma para Rodrigo Henriques Lopes da Silva, da UFU (Universidade Federal de Uberlândia) com o trabalho "Análise da sensibilidade de parâmetros utilizados no estudo do desgaste de ferramentas via emissão acústica", sob a orientação da Prof. Márcio Bacci da Silva e outra para Fellipe Grillo Peternella, da Universidade Estadual de Campinas, com o trabalho "Mapeamento de Micro-deformações mediante análise de imagens", sob a orientação do Prof. Antônio José Ramirez Londono.

Mérito Institucional

A UFLA (Universidade Federal de Lavras) receberá o prêmio por ter sido a instituição participante do PIBIC com maior índice de egressos titulados na pós-graduação. Serão premiados, também, os orientadores dos trabalhos escolhidos.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CNPq

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.