text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

I Encontro de Reitores no Brasil

      

Do Universia

Para promover a integração entre as universidades brasileiras e proporcionar um debate sobre temas relevantes à Educação do país, o Universia Brasil realizou o I Encontro de Reitores Universia, em novembro de 2004, que contou com a presença, em São Paulo, de dirigentes e representantes de mais de 300 instituições de Ensino Superior.

"Esse evento traduz um processo de integração hispano latino-americana, não somente para a modernização democrática da Educação Superior brasileira, como também para uma estratégia nacional. ? um belo projeto, que tem o apoio do MEC e dos reitores, tanto das instituições públicas como das instituições privadas", afirmou o então ministro da Educação, Tarso Genro, após o término do encontro.

Além da presença de Tarso Genro, o evento contou com palestras do conselheiro e vice-presidente mundial para a América Latina do Grupo Santander e do Universia, Francisco Luzón, do presidente do Banco Santander no Brasil, Gabriel Jaramillo e da diretora-geral do Universia Brasil à época, Maria Voivodic.

O ministro Tarso Genro destacou em seu discurso a importância do Universia como pólo de integração entre as universidades de todo o país. Tarso lembrou ainda a relação cada vez mais do próxima entre Brasil e os países de língua espanhola. "O Brasil é o maior país da América Latina e sua segunda língua será o espanhol", afirmou Tarso. "O Universia não é um protótipo, mas é uma intervenção maciça no que é o nervo exposto do tecido econômico, educacional e social do país, que é a Educação Superior", enfatizou.

Em sua participação, Francisco Luzón evidenciou a necessidade de o Brasil valorizar a educação para alcançar um desenvolvimento de destaque entre as nações do mundo, lembrando que o Grupo Santander faz questão de investir em educação. "Educação é fator crítico para o desenvolvimento de uma sociedade. Para vencer, a América Latina precisa crescer muito, e isto deve ser feito de forma socialmente responsável", disse o executivo.

O presidente do Santander Banespa, Gabriel Jaramillo, lembrou a participação do Universia na integração do mundo acadêmico. "Este evento marca um momento importante na vida de Universia. O primeiro momento claro foi aquele em que lançamos o portal e hoje comemoramos algo mais, comemoramos o fato de que temos uma network, com universidades que se comunicam via Universia, tendo o Universia como maneira de acrescentar e de buscar soluções a suas necessidades. ? também uma maneira de aglutinar reitores das universidades. O dia de hoje tem muitas coisas relevantes em relação ao Universia e também ao fato de que estes reitores têm hoje oportunidade de se encontrar, de falar, de trocar idéias e expôr suas opiniões. ? um evento espetacular", disse.

O então reitor da Unicamp, Carlos Henrique Brito Cruz, hoje diretor científico da Fapesp (Fundação de Amparo á Pesquisa do Estado de São Paulo), destacou a importância do encontro como canal para discussão de novas idéias referentes ao universo acadêmico. "? uma importante iniciativa do Portal Universia, que cria uma oportunidade muito útil para os reitores das universidades, especialmente porque é raro conseguirmos organizar um evento desta magnitude. Isto também demonstra o reconhecimento do sucesso das iniciativas do projeto."

Universia Brasil

O então CEO do Universia, Andrés Pedre¤o fez em sua fala uma explanação sobre os primeiros cinco anos de história da rede. Para ele, a rede de portais tem consolidada de forma efetiva a integração do mundo acadêmico nos dez países em que está presente. Sobre o portal brasileiro, Pedre¤o destacou: "O Universia Brasil tem um papel crucial na rede Universia.net, em muitas vertentes, como conteúdo e tecnologia - que têm sido usados também pela rede".

O vice-governador do estado de São Paulo, Cláudio Lembo, lembrou seu contato com o Universia Brasil quando ainda era reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2002. "Tive a oportunidade, como reitor, de ver o Universia surgir no Brasil, como instrumento transmissor para toda a gente do conhecimento de nossas instituições", disse Lembo.

Para Maria Voivodic, "o Universia Brasil se consolidou nestes três primeiros anos graças à participação das instituições. Isto foi obtido devido ao comprometimento com alguns eixos essenciais. Em primeiro lugar, com a parceria com as instituições de ensino superior. Em segundo, com a geração de valor para as IES, através de ações, projetos e serviços comuns. O terceiro ponto, trabalhar com outros parceiros que tenham a mesma visão do Universia. E, em quarto lugar, através do uso ético da informação e tecnologia para desenvolvimento da educação". Atualmente, o Universia Brasil conta com 249 instituições parceiras, que representam 51% do coletivo universitário brasileiro.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.