text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Reuni desencadeia ocupações em federais

      

Pelo menos três universidades federais enfrentam ocupações de estudantes que protestam contra a adesão delas ao Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais) do governo federal. Segundo a União, o Reuni é um programa que contém ações que ajudariam na ampliação do acesso e permanência no ensino superior. A adesão de algumas federais desencadeou um movimento aparentemente articulado de protestos que culminou com a ocupação das reitorias de algumas delas.

Até esta terça-feira, dia 30 de outubro, as reitorias da UFCE (Universidade Federal do Ceará), UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) e Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) estavam ocupadas por estudantes em protesto contra a adesão delas ao Reuni. Na UFCE, a invasão da reitoria começou no último dia 25 de outubro, quinta-feira. Os alunos exigem a anulação do decreto de adesão ao Reuni, além de melhorias nas condições de segurança do campus, segundo informações da Assessoria de Imprensa da UFCE.

Na UFPE, a invasão da reitoria começou no último dia 26 de outubro, sexta-feira. A reivindicação também é a anulação da Reunião do Conselho Universitário. As aulas continuam normalmente, de acordo com a UFPE. O mesmo motivo levou cerca de 50 estudantes a ocuparem a reitoria da Unirio. "Queremos a revogação do decreto de adesão da Unirio ao Reuni. Queremos um debate maior da questão e não houve esse debate", disse Renan Vasconcelos Peçanha, representantes dos ocupantes.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.