text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Revista Unesp Ciência lança blog com a quarta edição

      

Capa destaca papel da agropecuária em emissões de gases-estufa

A revista Unesp Ciência, publicação de divulgação científica da Universidade, chega neste mês de dezembro à sua quarta edição com uma novidade. Agora os leitores poderão ter acesso a materiais extras, comentar as reportagens e acompanhar os trabalhos da equipe em um blog. Veja aqui: www.unesp.br/revistablog .

A nova edição tem como mote a 15¦ conferência do clima da ONU, que começa na segunda-feira (07/12) com o desafio de selar um novo tratado para combater o aquecimento global e evitar os piores impactos das mudanças climáticas previstas para ocorrer até o final do século.

A reportagem de capa mostra como o Brasil pretende enfrentar o problema nos próximos anos em uma área que até então tinha ganhado pouca atenção: a agropecuária. Normalmente associada com o desmatamento da Amazônia, esse sim o grande vilão das emissões brasileiras de gases de efeito estufa, a área tem uma contribuição direta com o problema e esta tem se mostrado maior do que se imaginava.

A edição de dezembro da revista mostra o tamanho desse impacto e também uma série de pesquisas que sugerem que algumas modificações nas atividades do setor podem ajudá-lo a diminuir suas emissões, contribuindo, de quebra, para a mitigação do aquecimento global.

Outro tema abordado pela Unesp Ciência são os avanços com pesquisas com cobaias no Brasil. Com ilustrações do cartunista e biólogo Fernando Gonsales, a reportagem apresenta os trabalhos no país que buscam fortalecer três princípios de bioética: substituir os animais por outras técnicas de pesquisa, reduzir seu uso em laboratório e refinar os procedimentos, conhecidos em inglês como 3Rs ("replace", "reduce", "refine").

O terceiro destaque da edição vai para os dilemas da democracia na América Latina, simbolizados pela crise em Honduras. O conflito, como mostra a reportagem, é só o mais recente exemplo de um problema mais profundo do continente: as diferentes visões dos vários governantes sobre o que é um regime democrático e como consolidá-lo.

A seção ?Perfil? deste mês conta a história da linguista Maria Helena de Moura Neves, professora-aposentada do câmpus de Araraquara que, aos 78 anos, continua na ativa, em busca de difundir uma gramática que realmente funcione. Ela orienta novos pesquisadores, critica o ensino atual e defende que a disciplina pode ser algo fascinante.

No ?Estudo de Campo?, a reportagem acompanhou espeleólogos de Rio Claro que investigam os impactos do turismo em cavernas do Petar.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Imprensa Unesp

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.