text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Unoeste: Fipp firma parceria com Projeto Reviva Confusão

      

Faculdade de Informática da Unoeste desenvolve portal na internet através do Convênio de Cooperação Tecnológica

A Faculdade de Informática (Fipp) da Unoeste assinou Convênio de Cooperação Tecnológica para participar do Projeto Reviva Confusão. A parceria visa o desenvolvimento de um portal na internet, como importante canal de comunicação e informação disponível para a população. O desenvolvimento do portal é feito pela Coordenadoria de Web da Unoeste.

De acordo com a assistente social do Ministério Público do Estado (MPE) Elizabeth Soares Pinheiro Lourenção, o projeto foi idealizado em agosto de 2008 e tem o objetivo de recuperar a bacia hidrográfica do ribeirão da Confusão, localizado no município de Rancharia. "A iniciativa foi do proprietário da Fazenda Sant?Anna, localizada na região do rio, Jovelino Carvalho Mineiro Filho em conjunto com o promotor de Justiça do Meio Ambiente, Dr. Nelson Roberto Bugalho. Todos os proprietários rurais da área ao redor do rio aderiram voluntariamente e colaboram com a plantação de mudas de árvore e cercamento do local", explica.

Elizabeth ressalta que a intenção é que estes proprietários não tenham custos nestas ações, dessa maneira, foram firmadas diversas parcerias com a Prefeitura de Rancharia, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Sindicato Rural, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, Zilo Energia e Alimentos, Walter de Biasi Agropecuária, Usina Califórnia, Atena Açúcar & álcool, Unoeste, Fipp, Unesp, Audi Propaganda, Polícia Ambiental, ágape Imagens, Associação de Defesa do Rio Paraná, Apoena e Sabesp.

De acordo com o coordenador do Curso de Ciência da Computação da Unoeste, Emerson Silas Dória, a Fipp entrou como parceira no desenvolvimento do portal para atender ao projeto. "Não faz nem um mês que assinamos o Convênio de Cooperação Técnica, então ainda estamos no início do seu desenvolvimento. Foi criada uma interface que será encaminhada aos parceiros para aprovação".

Ele salienta que uma das novidades do portal será destinada às crianças. "Estudamos a possibilidade de desenvolver alguns jogos na página voltados para a educação ambiental do público infantil. Acredito que em cerca de 12 meses já teremos um bom resultado e a finalização do projeto. Pretendemos futuramente estimular a participação dos nossos acadêmicos. Além de ser uma oportunidade de aprendizado prático, inserimos em sua formação a consciência ambiental", completa Emerson Silas Dória.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unoeste

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.